DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Geociências > GEO - Dissertações de mestrado >
 Contribuição para o estudo geológico e tecnológico das argilas de Aguada
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4916

title: Contribuição para o estudo geológico e tecnológico das argilas de Aguada
authors: Ferreira, Anabela Dias
advisors: Velho, José António Ganilho Lopes
keywords: Minerais e rochas industriais
Recursos minerais - Aspectos industriais
Argilas - Aguada de Cima (Portugal)
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Para um melhor aproveitamento dos recursos minerais, é necessário um estudo qualitativo e quantitativo do jazigo mineral, bem como das características dos seus corpos litológicos sob um ponto de vista industrial. Este trabalho pretende contribuir para o estudo geológico e tecnológico das argilas de Aguada, alvo da actividade extractiva desde há longos anos. Foi realizado um estudo de pormenor do jazigo sedimentar da Sub-bacia de Aguada de Cima na zona de maior espessura, que é coincidente com a zona de maior proliferação das explorações de argilas e areias. Durante este estudo verificou-se a existência de critérios estratigráficos suficientes para a subdivisão da Formação de Aguada em quatro unidades litostratigráficas: Membro dos Arenitos Basais, Membro do Barro Negro, Membro do Vale Salgueiro e Membro da Ciranda. Tendo em conta os resultados das análises físicas, químicas e tecnológicas realizadas às diferentes amostras pertencentes aos diversos níveis argilosos identificados, propôs-se a formulação de lotes de argilas destinadas a diferentes tipos de produtos de cerâmica estrutural. Os estudos geológicos e tecnológicos efectuados permitem uma exploração racional, conduzindo a uma melhor gestão das reservas existentes. Também foi realizado um breve estudo ambiental de recuperação, para enumerar os impactes negativos da exploração e proceder de uma forma adequada à recuperação da zona de extracção.

It is necessary a qualitative and quantitative study of a mineral deposit and the characteristics of the rock formation in an industrial perspective in order to achieve a better exploitation of a mineral resource. The thickest sector of the sedimentary deposit of the Aguada de Cima Subbasin, which is coincident with the main clay and sand exploration, was object of a detailed study. The Aguada Formation can be divided in four lithostratigraphical units: Arenitos Basais Member, Barro Negro Member, Vale Salgueiro Member and Ciranda Member. The interpretation of the mineralogical, chemical and technological analysis of each clay unity leads to the formulation of groups of blended clays, each one adequate to a different product for structural ceramics. The geological and technological studies can lead to a rational exploration following a better management of the existing reserves. The main negative factors of the explorations in this basin and some possible recuperation techniques are analysed in a short environmental impact study.
description: Mestrado em Minerais e Rochas Industriais
URI: http://hdl.handle.net/10773/4916
appears in collectionsGEO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
199520.pdf11.59 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2