DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > DECA - Dissertações de mestrado >
 Histórias contadas no feminino em três romances de Jane Urquhart
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4915

title: Histórias contadas no feminino em três romances de Jane Urquhart
authors: Nogueira, Ana Mafalda Oliveira
advisors: Ferreira, Maria Aline Salgueiro Seabra
keywords: Literatura canadiana
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Assistiu-se nas últimas décadas do século XX a um assinalável ressurgimento da ficção histórica, um interessante fenómeno que se estendeu a várias literaturas (da anglo-saxónica à latino-americana) e que devolveu a este género literário o prestígio e a relevância de que tinha gozado quando, no século XIX, Walter Scott lhe deu forma. Este interesse da literatura pela história e pelo passado foi acompanhado por intenso trabalho teórico desenvolvido sob a influência do pós-modernismo, pós-colonialismo e do movimento feminista acerca do processo de escrita da história, tendo-se salientado a forma como têm sido tradicionalmente excluídos da historiografia oficial grupos sociais desprovidos de poder e de influência política: as mulheres, as minorias étnicas, as classes trabalhadoras e os povos colonizados. O presente trabalho irá debruçar-se sobre esta temática, abordando, numa primeira parte, as questões de natureza teórica que problematizam a escrita da história e a sua relação com a literatura e, numa segunda parte, irá analisar três romances históricos da escritora canadiana Jane Urquhart que dão voz a grupos usualmente marginalizados pelas versões oficiais da história: imigrantes, trabalhadores e, sobretudo, mulheres.

The last decades of the twentieth century witnessed a great revival of historical fiction, an interesting phenomenon stretching across literatures as diverse as, for example, the Anglo-Saxon or the Latin-American one, and which restored the prestige and prominence this literary genre had enjoyed when Walter Scott gave it shape in the nineteenth century. Contemporary literature’s interest in the past and in history has been paralleled by an intensive theoretical work, carried out under the influence of postmodernism, postcolonialism and feminism, focusing on the writing of history and exposing the exclusion of powerless, marginalised social groups from official historiography: women, ethnic minorities, the working classes and colonised peoples. This dissertation will deal with these issues, focusing in part I on the theoretical discussions which problematise historical representation and history’s relation with literature; in part II it will analyse three historical novels by Canadian author Jane Urquhart which foreground groups traditionally kept out of the historical record: immigrants, workers and, above all, women.
description: Mestrado em Estudos Ingleses
URI: http://hdl.handle.net/10773/4915
appears in collectionsDECA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
199621.pdf1.01 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2