DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Avaliação do estado nutricional em idosos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4874

title: Avaliação do estado nutricional em idosos
authors: Rebelo, Carina Mónica Santos
advisors: Verísssimo, Manuel Teixeira Marques
keywords: Geriatria
Nutrição humana
Nutrição humana
Assistência ao paciente
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O envelhecimento demográfico assume particular importância devido ao aumento da população idosa e a um aumento da esperança de vida. O INE relata o facto de haver um incremento significativo do número de idosos, passando de 8% em 1960 para 16% em 2001. A proporção das pessoas idosas a viver em famílias institucionais é de 3,6% no total da população residente com 65 ou mais anos. A população institucionalizada é maioritariamente composta por mulheres, sendo a relação de masculinidade de 43 homens por cada 100 mulheres. A avaliação adequada do estado nutricional torna-se fundamental no processo de envelhecimento, a qual deve, contudo, considerar as especificidades não só do idoso em geral, mas também de cada idoso, uma vez que este faz parte de um grupo muito heterogéneo. Os problemas nutricionais não estão apenas associados à redução da esperança de vida, ao aumento da mortalidade e morbilidade, mas também à redução da qualidade de vida. A má nutrição, surge assim, como um desvio quantitativo e qualitativo do estado nutricional essencial à manutenção da saúde dos idosos. Este trabalho visa avaliar a realidade da problemática do estado nutricional dos idosos portugueses, independentes e institucionalizados e reflectir acerca dos resultados encontrados, de forma a ajudar a implementar métodos de avaliação neste grupo etário. Trata-se de um estudo do tipo quantitativo, não experimental, descritivo e analítico. Está organizado em duas partes: a Parte I é dedicada ao enquadramento teórico, em que abordamos a temática do envelhecimento e dos problemas nutricionais; a Parte II evidencia a nossa contribuição pessoal, estando dividida também em quatro capítulos, nomeadamente a metodologia, análise e interpretação dos resultados, discussão e finalmente, conclusões e contributos. Foram avaliados 160 idosos, de ambos os sexos, residentes em cinco instituições geriátricas dos distritos da Guarda e de Aveiro. Os instrumentos de colheita de dados foram o Mini Nutritional Assessment (MNA) e valores bioquímicos (albumina, pré-albumina e transferrina). Com a execução deste estudo, verificamos que: a população geriátrica estudada era heterogénea, sendo 66,3% do sexo feminino; 85% apresentava 75 ou mais anos; o sexo, o peso, a altura, o IMC, a transferrina e a préalbumina influenciam o estado nutricional, apresentando diferenças estatisticamente significativas; 14,4% da amostra se encontra num estado de desnutrição e 48,8%, em risco de desnutrição, a média do score do MNA foi de 21,81 pontos. Averiguamos ainda que: os índices de fiabilidade são bons (α=0,776); os dados podem ser generalizados a este grupo de idosos no território nacional, com 95% de confiança; a escala MNA foi validada para a população geriátrica estudada. Em conclusão, pode dizer-se que a desnutrição e o risco de desnutrição são elevados nos idosos institucionalizados, justificando por isso a aplicação de métodos simples como o MNA, que visem o seu diagnóstico precoce e consequentemente proporcionam uma adequada correcção.

The demographic aging is getting a vital importance due to the increase of elderly people and the rising of life expectancy. The INE refers the fact that there is a considerable growth in the number of elderly people, rising from 8% in 1960 to 16% in 2001. The proportion of old people living in institutional families is now of 3.6% from the total of the resident population with 65 years old or more. The institutionalized population is mainly composed by women, taking into consideration that there are 43 men for each 100 women. The accurate evaluation of the nutritional condition is essential in the process of aging. However, it must be considered not only the specificities of the elderly in general, but of each old person in particular, as this is part of a very heterogeneous group. The nutritional problems are not only associated to the declining of life expectancy or to the increasing of mortality and morbidity, but to the declining of quality life. Bad nutrition becomes in this scenery a qualitative and quantitative standard deviance of the nutritional condition essential to the preservation of elderly health. This essay intends to evaluate the authenticity of the problems on the nutritional condition of Portuguese elderly people, either independent or institutionalised. It will be a reflection upon the problems found in a way that will help the implementation of evaluation methods in this age group. It is a quantitative essay, not experimental, descriptive or analytical. It is divided into two parts: Part I is dedicated to the theoretical context, analyzing the aging theme and the nutritional problems; Part II outlines our personal contribution and it is divided in four chapters namely: methodology, analysis and interpretation of the results, discussion and finally, conclusion and recommendations. The evaluation was made to 160 old people, from both genders, residents in five geriatrics institutions from the districts of Guarda and Aveiro. The methods used to collect the information were the Mini Nutritional Assessment (MNA) and biochemist values (albumin, prealbumin e transferring). With this essay, we can conclude that the geriatric population analysed was heterogeneous, meaning that: 66.3% was from feminine gender; 85% was 75 years old or more; the gender, weight, height, the IMC, the transferring and the prealbumin influenced the nutritional condition, instigating considerable statistic differences; 14.4% of the sample is in a bad nutrition condition and 48.8% is incurring the risk of bad nutrition; the average of the score of the MNA was of 21.81 points. We can also conclude that the reliability rate is good (α=0,776); the data might be generalized for this group of old people in the national territory with 95% of confidence; the scale MNA was validated for the geriatric population analysed. In conclusion, it can be said that bad nutrition and the risk of bad nutrition are height in the institutionalised elderly people, explaining in this way the application of a simple methods as MNA, which can predict an early diagnosis and that consequently provide a proper correction.
description: Mestrado em Geriatria e Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/4874
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2007001309.pdf752.81 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2