DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 Perspectivas dos gestores sobre a rentabilização de recursos das universidades para fins turísticos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4791

title: Perspectivas dos gestores sobre a rentabilização de recursos das universidades para fins turísticos
authors: Matos, Sara Rodrigues e
advisors: Costa, Carlos
keywords: Gestão do turismo
Universidades
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Vários estudos internacionais descrevem casos de Universidades que rentabilizam os seus recursos para fins turísticos e de lazer. Como resposta aos cortes no financiamento estatal, Universidades em Inglaterra (Connell, 1996, 2000), no Canadá (Kalinowski, 1992), na Escócia (Swarbrooke e Horner, 2002), nos E.U.A. (Heerwagen, 2003) organizam e permitem que instituições externas organizem eventos educacionais, científicos, culturais e sociais, nos quais turistas e excursionistas despendem tempo e dinheiro. Com base nas reflexões teóricas que reconheceram a inexistência de estudos sobre este fenómeno em Portugal, foi construída a seguinte pergunta de partida: «Qual a opinião dos gestores das Universidades portuguesas sobre a rentabilização de recursos das Universidades para fins turísticos?». Os objectivos propostos pressupunham: I) caracterizar a rentabilização de recursos das Universidades para fins turísticos; II) enunciar as razões que levaram as Universidades a rentabilizar os seus recursos para fins turísticos; III) identificar os recursos das Universidades portuguesas susceptíveis de ser rentabilizados para fins turísticos; IV) identificar as estratégias de gestão concebidas para a rentabilização de recursos das Universidades portuguesas para fins turísticos. Para a prossecução dos objectivos foi delineado um estudo exploratório e predominantemente qualitativo. Os participantes do estudo são os gestores das três Universidades públicas da Região Centro, seleccionados de forma intencional, tendo em conta o facto de serem os responsáveis máximos, ou por estes recomendados, de entre os quatro principais órgãos de gestão das Universidades portuguesas: Reitoria, Administração, Serviços de Acção Social e Gabinete de Relações Públicas. Como instrumento de recolha de dados recorreu-se a uma entrevista semi-estruturada constituída por quatro questões. Numa óptica compreensiva, os resultados obtidos foram de grande relevância, principalmente para os próprios participantes que tomaram consciência do fenómeno. A rentabilização de recursos das Universidades para fins turísticos é por eles perspectivada como uma ferramenta económica mas também social, que auxilia o desenvolvimento da missão da Universidade. As vantagens e os limites deste fenómeno devem ser preferencialmente discutidos no âmbito de parcerias com entidades locais e nacionais e de consórcios com outras Universidades.

Several international studies describe cases of Universities that exploit their resources for tourism and leisure. As an answer to the cuts in the State funding, Universities in England (Connell, 1996, 2000), Canada (Kalinowski, 1992), Scotland (Swarbrooke and Horner, 2002) U.S.A. (Heerwagen, 2003), organize and allow that external institutions organize educational, scientific, cultural and social events, in which tourists and excursionists expend time and money. Based on the theoretical reflections that recognized the inexistence of studies about this phenomena in Portugal, it was built the following departure question: «What is the opinion of Portuguese Universities’ managers about the exploitation of resources of the Universities for tourism?» The proposed objectives presupposed to: I) characterize the exploitation of resources of the Universities for tourism; II) enunciate the reasons that took the Universities to exploit their resources for tourism; III) identify the resources of the Portuguese Universities susceptible of being exploited for tourism; IV) identify the strategies of management conceived to the exploitation of resources of the Portuguese Universities for tourism. To the prosecution of the objectives it was developed an explanatory and mostly qualitative study. The participants in the study are the managers of the three public Universities of the Center of Portugal, selected intentionally, since they are the main responsibles or the ones by this recommended, of the four main management structures of the Portuguese Universities: Rector’s Office, Administration, Social Services and Public Relations Office. As instrument of data collection it was used a semi-structured interview, constituted by four questions. In a comprehensive optic, the obtained results were relevant especially to the participants themselves that took consciousness of the phenomena. The exploitation of resources of the Universities for tourism is seen as an economical and also social tool that helps the development of the mission of the University. The advantages and limits of this phenomenon should be mainly discussed in the context of partnerships with local and national entities and consortia with other Universities.
description: Mestrado em Gestão e Desenvolvimento em Turismo
URI: http://hdl.handle.net/10773/4791
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2007001336.pdf875.6 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2