DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Teses de doutoramento >
 Estágio pedagógico na formação inicial de professores : um problema para a saúde
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4753

title: Estágio pedagógico na formação inicial de professores : um problema para a saúde
authors: Francisco, Carlos Manuel
advisors: Pereira, Anabela Maria de Sousa
Alves, Maria da Graça Pereira
keywords: Ciências da educação
Estágio pedagógico
Formação inicial de professores
Estratégias de adaptação emocional
Stress (Psicologia)
issue date: 2006
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O estágio pedagógico, na formação inicial de professores, caracteriza-se como um momento de inevitável confrontação com a realidade do ensino. Surge, também, como um momento de conflito entre as expectativas pessoais e profissionais. Como tal, esta fase de exploração e aprendizagem é acompanhada por supervisores que deverão estimular e multiplicar as experiências dos alunos. Todavia, as múltiplas actividades, tarefas, desafios e a perspectiva de desemprego, que os alunos estagiários enfrentam, desencadeiam um conjunto de sintomas possíveis de potenciar o desenvolvimento de problemas de saúde física e mental. A presente investigação envolveu uma amostra de 517 alunos estagiários do nosso país de ambos os sexos, sendo 128 (24.8%) do sexo masculino e 389 (75.2%) do sexo feminino. Tem por objectivos identificar as fontes e sintomas de stresse e conhecer as estratégias de coping utilizadas pelos alunos estagiários; estudar as relações entre stresse, sintomas, estratégias de coping, satisfação com o suporte social e medidas de saúde; analisar o efeito das variáveis moderadoras (satisfação com o estágio, estratégias de coping e satisfação com o suporte social) sobre a saúde física e mental dos alunos estagiários. Para recolha dos dados foram utilizados seis instrumentos de avaliação: Levantamento sóciodemográfico; Avaliação do stresse do aluno estagiário; Sintomas de stresse; Estratégias de coping; Escala de satisfação com o suporte social e General Health Questionnaire. Na apreciação dos dados recorreu-se a metodologias quantitativas com recurso a estatística descritiva e inferencial. Os resultados globais e principais conclusões apontam para existência de stresse no estágio pedagógico. Como principais factores emergiram: insegurança face ao desempenho profissional; planificação das aulas; problemas de indisciplina; supervisão; sobrecarga de trabalho; rendimento dos alunos; ambiente de trabalho e relações interpessoais. Os dados sugerem, igualmente, que o stresse desenvolve um conjunto de sintomas nomeadamente, cognitivos, fisiológicos e comportamentais, além de representar, para os alunos estagiários, um problema de saúde nomeadamente de depressão e ansiedade. Os resultados evidenciam, ainda, que mais de metade dos alunos estagiários não pratica actividade física regular que se traduz num aumento do stresse, dos sintomas de stresse e dos problemas de saúde. Finalmente, as relações efectuadas sugerem que os sintomas (cognitivos, fisiológico e comportamentais) e os problemas de saúde (depressão e ansiedade) que os alunos estagiários desenvolvem devido ao stresse do estágio podem ser atenuados ou eliminados desde que lhes seja proporcionado: um suporte social adequado, estratégias de coping eficazes e aumentar o grau de satisfação com o estágio.

The pedagogic training, in the teachers’ initial formation, is characterized as a moment of inevitable confrontation with the reality of teaching. It appears, also, as a moment of conflict among the personal and professional expectations. As such, this exploration phase and learning is accompanied by supervisors that should stimulate and multiply the students' experiences. However, the multiple activities, tasks, challenges and the unemployment perspective, that the students trainees face, unchain a group of possible symptoms to potenciate the development of problems of physical and mental health. The present investigation involved a sample of 517 student’s trainees of our country of both sexes, of which 128 (24.8%) male and 389 (75.2%) female. Its goals are to identify the sources and stress symptoms and to know the coping strategies used by the students trainees; to study the relationships among stress, symptoms, coping strategies, satisfaction with the social support and measures of health; to analyze the variables moderators' effect (satisfaction with the apprenticeship, coping strategies and satisfaction with the social support) about the students trainees' physical and mental health. For the collection of data, six questionnaires were used: The social-demographic survey; Evaluation of the student trainees’ stress; Stress symptoms; Coping strategies; Satisfaction scale with the social support and General Health Questionnaire. In the analysis of the data it was fallen back upon quantitative methodologies with a resource of descriptive and inferential statistics. The global results and main conclusions point out to an existence of stress in the pedagogic apprenticeship. The main factors that emerged were: insecurity related to the professional performance; the planning of the classes; indiscipline problems; supervision; the saddle with too much work; the students' income; working environment and interpersonal relationships. The data suggests, equally, that the stress develops a group of symptoms namely, cognitive, physiologic and behavioural, besides representing, for the students trainees, a problem of health namely of depression and anxiety. The results show clearly, that more than the half of the students trainees don’t practice regular physical activities which leads to an increase of stress, to the stress symptoms and to health problems (depression and anxiety). Finally, the effectual relationships suggest that the symptoms (cognitive, physiologic and behavioural) and health problems (depression and anxiety) that the students trainees develop due to the stress of the apprenticeship can be lessened or eliminated unless it is provided to them: an appropriate social support, effective coping strategies and to increase the satisfaction degree with the apprenticeship.
description: Doutoramento em Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10773/4753
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2007001175.pdf6.41 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2