DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Rankings das escolas em Portugal e Inglaterra: um estudo comparado
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4734

title: Rankings das escolas em Portugal e Inglaterra: um estudo comparado
authors: Resende, Carla Teresa Maia
advisors: Neto-Mendes, António Augusto
keywords: Administração do ensino
Escolas secundárias - Portugal
Escolas secundárias - Inglaterra
Análise comparativa
issue date: 2006
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho realiza um estudo comparado sobre a divulgação de listas de ordenação, ou rankings, das escolas secundárias em Portugal e Inglaterra, tendo como base os resultados dos exames dos alunos. A autora procura traçar a evolução dos dois sistemas educativos, identificar as principais reformas e caracterizar as tendências que marcam as políticas educativas destes países, anteriores ao aparecimento das listas no panorama escolar. Os rankings são publicados partindo do pressuposto de que auxiliam a escolha parental, contribuem para a melhoria do processo ensino-aprendizagem, possibilitam a prestação de contas. Este estudo explora os usos e consequências da divulgação das listas de ordenação dos estabelecimentos de ensino a partir de diferentes perspectivas, os resultados revelados pelas autoridades educativas e pelos meios de comunicação social, terminando com a caracterização do debate gerado pelos actores políticos e educativos em alguns órgãos da imprensa. A autora conclui que as listas de ordenação são construídas com recurso a métodos que apresentam falhas, a sua divulgação beneficia as famílias detentoras de capital cultural e económico mais elevado, promove a comparação pública dos estabelecimentos de ensino, bem como a valorização de determinadas categorias de alunos e de escolas.

The current piece of work presents a comparative study about the publication of school performance tables on the basis of examination results in Portugal and England. The author draws the evolution of the educational systems of both countries, identifies their major reforms and discusses the tendencies at work in the educational policies adopted just before performance tables have become a feature of the educational landscape. These tables have been published on the assumption that they help to inform parental choice, school improvement and make schools more accountable. This study explores the uses and consequences of their publication from a number of perspectives along with the results that are published by the government and the mass media. Finally, the debate they originate among politicians and educative actors in the press is also examined. The author comes to the conclusion that the methods used to compile performance tables show weaknesses, the information published benefits the families with higher cultural and economic capital, it promotes public comparisons of schools and strengthens the position of certain categories of pupils and schools.
description: Mestrado em Análise Social e Administração da Educação - Administração da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10773/4734
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
207363.pdf1.52 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2