DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 O turismo como factor de integração Europeia: Portugal 1950-1973
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4570

title: O turismo como factor de integração Europeia: Portugal 1950-1973
authors: Maia, Nautília Maria Martins
advisors: Leite, Joaquim da Costa
keywords: Economia portuguesa - Teses de mestrado
Economia portuguesa - 1950-1973
Turismo - Integração europeia
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O período compreendido entre 1950 e 1973 caracterizou-se por um elevado crescimento económico nacional, a chamada época de ouro da economia portuguesa. Foram vários os factores que contribuíram para este crescimento, nomeadamente a abertura da economia ao exterior (a adesão à EFTA, a participação no FMI e no Banco Mundial, bem como a adesão ao GATT), a emigração, o ensino, o progresso tecnológico, a melhoria das infra-estruturas de comunicação, a forte mudança na distribuição da população por sectores de actividade e localização geográfica. No seguimento da abertura do país ao estrangeiro o Turismo começou a surgir como um sector relevante para o crescimento económico, empregando abundante mão-de-obra, gerando grande volume de divisas e contribuindo significativamente para o PIB. O Turismo foi reconhecido como sector estratégico do desenvolvimento económico, sendo incluído no Plano Intercalar de Fomento. O Banco de Portugal e o INE começaram a publicar estatísticas a ele referentes. A análise dos dados disponíveis do Turismo neste período, permite concluir que este foi um factor de integração europeia, aliado a outros factores importantes, como foram a emigração, o investimento estrangeiro e o comércio externo.

The period between 1950 and 1973 was characterized by high rates of economic growth, the so-called golden age of the Portuguese economy. Several factors contributed to this growth, namely the opening of the economy (membership of EFTA, participation in the IMF and the World Bank, as well as adhesion to the GATT), emigration, education, technological progress, improvement of communication infrastructures, the strong change in the distribution of the population by sectors of activity and geographic location. Pursuing the opening of the country to the outside world, Tourism starts to appear as relevant sector for economic growth, using abundant man power, generating a great volume of foreign currency and contributing significantly to GDP. Tourism is recognized as a strategical sector of economic development, being included in the Intermediate Development Plan. The Bank of Portugal and the National Statistical Institute start to publish sectoral statistics. The analysis of available data on tourism in this period leads to the conclusion that this was a factor of European integration, together with other important factors, such as emigration, foreign investment and foreign trade.
description: Mestrado em Economia da Empresa
URI: http://hdl.handle.net/10773/4570
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
mestrado_Nautilia.pdf548.41 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2