DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro > CV - Dissertações de mestrado >
 Porcelanato extrudido com acção antimicrobiana, antimancha e resistente quimicamente
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4530

title: Porcelanato extrudido com acção antimicrobiana, antimancha e resistente quimicamente
authors: Grave, Luciana Cristina da Silva
advisors: Seabra, Maria Paula
Batista, João António Labrincha
keywords: Engenharia cerâmica
Materiais cerâmicos - Propriedades
Revestimentos cerâmicos
Vidrado cerâmico
Pigmentos cerâmicos
Resistência química
Resistência a bactérias
issue date: 16-Jul-2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho tem por objectivo desenvolver um produto em porcelanato extrudido com acção antimicrobiana (isto é, que sirva de obstáculo ao crescimento de bactérias, durante um longo período de tempo), antimancha (isto é, que seja mais de limpar) e resistente quimicamente. A acção antimicrobiana é comprovada através da taxa de redução das bactérias Gram-positiva Staphylococcus aureus e Gram-negativa Escherichia coli. A acção antimancha e a resistência química são confirmadas pelos resultados dos testes de resistência às manchas e de resistência química, respectivamente. Conclui-se que é possível obter um produto antimicrobiano com uma eficácia acima dos 77% para a bactéria S. aureus e dos 81% para a bactéria E. coli. Este material é obtido a partir de uma pasta de porcelanato extrudido com 2,5% de pigmento cerâmico preto, contendo crómio e ferro na sua composição, seguido de uma aplicação, à pistola, de uma pequena quantidade de vidrado K e de um tratamento químico (solução com 98% NaNO3 e 2% AgNO3) e térmico (2 horas a 430ºC). O efeito antimicrobiano conseguido, só funciona quando as bactérias estão em contacto directo com as peças cerâmicas. O produto desenvolvido possui características antimancha, pertencendo à classe 5 de acordo com a norma ISO 10545–14 e é resistente quimicamente, sendo classificado pela norma ISO 10545-13 como UA, ULA e UHA para todos os agentes químicos testados, excepto para a solução de ácido clorídrico, 18%(v/v), que promove um ligeiro ataque químico na sua superfície (UHB).

This work aims to develop extruded porcelain tiles with antimicrobial action (to act as a barrier to the bacteria’s growth during a long period of time), antistains (more easy to clean), and chemical resistant. The antimicrobial action can be proven through the reduction rate of Grampositive bacteria Staphylococcus aureus and Gram-negative Escherichia coli. Antistains action and chemical resistance can be demonstrated through the tests of resistance to stains and chemical resistance, respectively. It is possible to develop an antimicrobial product, with an efficacy above 77% for bacteria S. aureus and 81% for bacteria E. coli. This material is obtained from a paste of extruded porcelain with 2,5% of black ceramic pigment, that has chromium and iron in its composition, followed by a jet spray application of a small quantity of glaze and a chemical (solution of 98% NaNO3 and 2% AgNO3) and thermal (2 hours at 430ºC) treatments. The antimicrobial effect achieved, only work when the bacteria are directly in contact with the developed product. This product has antistains characteristics, belonging to class 5 according ISO 10545–14 standard. It is chemically resistant being classified, according to ISO 10545-13 standard, as UA, ULA and UHA for all chemical agents, except for chloridric acid, 18%(v/v), for which suffer a small surface chemical attack (UHB).
description: Mestrado em Engenharia Cerâmica e do Vidro
URI: http://hdl.handle.net/10773/4530
appears in collectionsCV - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
235677.pdf1.37 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2