DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Propriedades papeleiras das fibras do engaço da uva
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4529

title: Propriedades papeleiras das fibras do engaço da uva
authors: Costa, Vera Lúcia Ferreira da
advisors: Evtyugin, Dmitry Victorovich
keywords: Engenharia química
Vinicultura - Aproveitamento de resíduos
Lenhocelulósicos
Fibras naturais
Pasta de papel - Branqueamento
issue date: 23-Jul-2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O engaço da uva é um subproduto do processo de vinificação com potencial de valorização. O objectivo deste trabalho baseou-se no estudo das propriedades papeleiras das fibras do engaço da uva. A composição química revelou-nos que este é um material de natureza lenhocelulósica, maioritariamente constituído por celulose (33,4%), lenhina (15,5%) e hemiceluloses (14,0%). É de salientar a quantidade significativa de taninos (21,4%) e de extractáveis solúveis em água (17,4%). Segundo a análise dos monossacarídeos constatou-se que as xilanas são o segundo polissacarídeo mais abundante, logo a seguir à celulose. Devido ao elevado teor de taninos, efectuou-se um pré-tratamento alcalino a 100ºC durante 60 minutos. Com este pré-tratamento foram removidos vários componentes do engaço, nomeadamente, taninos e extractáveis solúveis em água, também foi removida alguma porção de proteínas, celulose e lenhina e algumas hemiceluloses foram solubilizadas, permanecendo as xilanas. O rendimento obtido no pré-tratamento alcalino foi de 45,8%. No processo de branqueamento da matéria pré-tratada foram testadas várias sequências de branqueamento convencionais para branquear pastas termomecânicas, que se revelaram inadequadas para branquear a pasta de engaço da uva. Deste modo, desenvolveu-se a sequência EOPPPY, e esta revelou-se mais adequada para branquear a pasta em estudo, chegando-se a uma brancura aproximadamente de 61% ISO. O rendimento obtido na etapa de branqueamento foi de 80,0%, ou seja, o rendimento obtido, relativamente ao engaço da uva foi de 36,6%. As propriedades papeleiras das fibras do engaço da uva foram avaliadas após refinação a 8000 e a 14000 rotações. Para cada uma das refinações dada às fibras, estas apresentam uma baixa drenabilidade. Com a refinação mais baixa, os valores obtidos estão dentro da gama de valores para pastas termomecânicas de Pinus pinaster, contudo, o aumento da refinação não foi benéfico uma vez que gramagem, capilaridade, índice de mão, rugosidade ao ar Bendtsen, opacidade, C.E.D.L., índice de rebentamento e de rasgamento diminuíram. Relativamente às ligações internas (Scott), verificou-se que com o aumento da refinação este parâmetro aumentou revelando uma maior ligação entre as fibras.

Grape stalks are a winemaking subproduct capable of being valued. The purpose of this study was based on the study of the papermaking properties of grapes stalks. The chemical composition shown that this is a type of lignocellulosic material, mainly composed of cellulose (33,4%), lignin (15,5%) and hemicelluloses (14,0%). It is worth noting the significant amount of tannins (21,4%) and water-soluble extractives (17,4%). According to the analysis of monosaccharide was found that the xylans are the second most important abundant polysaccharide component present in grape stalks. Due to the high tannin content, was carried out an alkali pretreatment at 100ºC for 60 minutes. With this pretreatment were removed several components of the grape stalks, including tannins and water-soluble extractives, was also removed some portion of proteins, cellulose and lignin and some hemicelluloses were dissolved, remaining xylans. The yield in the alkali pretreatment was 45,8%. In the bleaching process were tested several typical sequences for bleaching thermomechanical pulp, which proved to be inadequate to bleach grape stalks pulp. Therefore, it was developed EOPPPY sequence, and it proven more appropriate to bleach pulp in this study, achieving brightness up to 61% ISO. The yield on bleaching stage was 80,0%, and respectively to grape stalks was 36,6%. The papermaking properties of grape stalks were evaluated after refining at 8000 and 14000 rotations. Apart the refining given to the fibers, they showed low drainability. With lower refining the values are within the range of values for thermomechanical pulp from Pinus pinaster, however, increased refining wasn’t beneficial because weight, capillarity, index of hand, air Bendtsen roughness, opacity, C.E.D.L., burst and tear index strength decreased. For the internal link (Scott), it was found that with increased refining this parameter increased showing stronger connection between the fibers.
description: Mestrado em Engenharia Química
URI: http://hdl.handle.net/10773/4529
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
236262.pdf1.04 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2