DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Qualidade de vida e necessidades da população idosa com doença oncológica
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3947

title: Qualidade de vida e necessidades da população idosa com doença oncológica
authors: Nunes, Sofia Isabel Figueiredo da Silva
advisors: Marques, Alda Sofia Pires de Dias
keywords: Gerontologia
Geriatria
Oncologia
Pessoas idosas
Qualidade de vida
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A incidência e mortalidade da doença oncológica são significativamente superiores em indivíduos com mais de 65 anos e a idade avançada pode influenciar a eficácia do tratamento e a qualidade de vida do indivíduo. Assim, surge a necessidade de compreender as mudanças que ocorrem com o processo de envelhecimento no contexto da doença oncológica. O trabalho de investigação apresentado tem como principais objectivos: caracterizar a qualidade de vida, as necessidades da população idosa com doença oncológica e analisar os resultados dos instrumentos de recolha de dados tendo como referência a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). Para o desenvolvimento deste estudo procedeu-se à aplicação dos instrumentos Elderly Assessment System (EASYcare) e European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire (EORTC-QLQ-C30) a 32 sujeitos com mais de 65 anos com doença oncológica e que se encontravam a realizar tratamento no serviço de oncologia do Hospital Infante D. Pedro de Aveiro. Os resultados indicaram baixos níveis de dependência em todos os domínios avaliados, verificando-se que os mais afectados corresponderam à saúde mental e bem-estar no EASYcare e na escala funcional do EORTC-QLQ-C30. Os indivíduos com 74 anos ou mais da respectiva amostra apresentaram mais problemas com a pele (p=0,037), mais acidentes com a bexiga (p=0,008), mais dificuldades em andar no exterior (p=0,003) e foram os que mais necessitaram de ajuda para obter regularmente os seus medicamentos (p=0,039). A integração dos questionários nas dimensões da CIF permitiu constatar que, segundo o EORTC-QLQ-C30, o domínio da Actividade foi o mais comprometido e, segundo o EASYcare, foi o da Estrutura e função corporal, verificando-se que, perante este questionário, os idosos com 74 ou mais anos apresentam mais limitações de actividade (p=0,043). Os resultados evidenciam a necessidade de compreender a qualidade de vida desta população, sendo essencial efectuar uma avaliação holística do doente e integrar os resultados segundo uma linguagem padronizada de forma a que as abordagens de tratamento e assistência a idosos com cancro possam ser melhoradas.

The incidence and mortality of cancer are significantly higher in individuals over 65 years old and old age can influence the effectiveness of treatment and the quality of life of the individuals. Therefore, there is the need to understand the changes that occur with the aging process in the context of cancer. The main objectives of this study were to characterise the quality of life, the needs of the elderly population with cancer and analyse the results according to the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF). For the development of this study, the Elderly Assessment System (EASYcare) and European Organization For Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire (EORTC-QLQ-C30) were applied on 32 patients over 65 years old with cancer and who were being treated in the oncology service of the Infante D. Pedro Aveiro's Hospital. The results indicated low levels of disability in all the assessed domains, and the most affected areas were related to the mental health and well-being in EASYcare and to the functional scale in the EORTC-QLQ-C30. Participants over 74 years old presented more skin problems (p = 0.037), more bladder accidents (P = 0.008), more difficulties in walking outdoors (p = 0.003) and were the ones who needed more help to get their medications (p = 0.039). The integration of the questionnaires according to the ICF revealed that, the Activity domain was the most affected in the EORTC-QLQ-C30, whereas in the EASYcare the Structure and Body Function was the domain more affected. It was also possible to verify that, in the presence of this questionnaires, participants over 74 years old had more activity limitations (p = 0.043). The results highlight the need to understand the quality of life of this population, being essential to perform a holistic evaluation of the patient and integrate the results according to a standardised language to enhance treatment and assistance approaches to elders with cancer.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/3947
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
4773.pdf1.15 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2