DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Engenharia Mecânica > MEC - Dissertações de mestrado >
 Análise do modelo MOVES como ferramenta de cálculo de emissões
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3878

title: Análise do modelo MOVES como ferramenta de cálculo de emissões
authors: Costa, Ivo Duarte Gonçalves
advisors: Coelho, Margarida Isabel Cabrita Marques
keywords: Engenharia mecânica
Controlo da poluição do ar: Portugal
Emissões atmosféricas
Transportes rodoviários: Impacto ambiental
Consumo de combustíveis
Eficiência energética
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O sector dos transportes representa cerca de um terço do consumo final de energia na Europa e é responsável por mais de um quinto das emissões de gases com efeito de estufa. De ano para ano, a actividade do sector dos transportes encontra-se a crescer e em consequência, o consumo de energia e as emissões de gases com efeito de estufa estão a aumentar. Com o presente trabalho pretende-se calcular o desempenho energético-ambiental de veículos rodoviários através da utilização do modelo MOVES, um modelo desenvolvido pela Agência de Protecção Ambiental Norte-Americana (U.S.EPA), que analisa o consumo de combustível e emissões de poluentes. Este cálculo foi realizado para veículos de várias categorias, para os meses de Janeiro e Julho, assim como para as frotas de veículos dos EUA e de Portugal, para um ano. A análise das emissões das frotas foi ainda realizada com o modelo COPERT4, um modelo de referência da Agência Europeia do Ambiente (EEA), de forma a comparar as emissões calculadas por estes modelos. Ao analisar os resultados das emissões para um veículo de cada categoria constata-se que todos os poluentes, com a excepção do CO2, têm valores superiores durante o mês de Janeiro, quando comparado com o mês de Julho. Este facto deve-se à diferença de temperatura entre estes dois meses. Estes resultados verificam a importância que a temperatura e as condições climatéricas têm para as emissões e consumos nas várias categorias de veículos. Relativamente aos resultados obtidos no estudo das frotas, verificou-se que existe uma diferença em cerca de 72 e 41 vezes o valor das emissões produzidas pela frota dos EUA, em relação à frota Portuguesa, utilizando os programas MOVES e COPERT4 respectivamente. As emissões totais produzidas pelos poluentes em estudo, utilizando o MOVES, têm valores de 6,3E7 t para a frota dos EUA e 9,1E5 t para a frota Portuguesa. Com o programa COPERT4 para a frota Americana, as emissões aumentam 5 vezes quando comparadas com os resultados do MOVES, tendo um valor de 3,8E8 t, enquanto que para a frota Portuguesa e com o COPERT4, as emissões aumentam cerca de 7 vezes o valor das emissões do MOVES, para um valor de 7,6E6 t.

The transportation sector accounts for about one third of final energy consumption in Europe and is responsible for more than a fifth of emissions of greenhouse gases. From year to year transportation activity is growing, therefore as a result energy consumption and emissions of greenhouse gases are rising. The present work aims to calculate the environmental and energetic performance of vehicles using MOVES model, a model developed by the United States Environmental Protection Agency (U.S.EPA), analyzing fuel consumption and emissions. This calculation was done for a vehicle of various categories, for the months of January and July as well as for vehicle fleets in the U.S.A. and Portugal, for one year. The emissions analysis from the fleet was also performed with the model COPERT4, a reference model of the European Environment Agency (EEA) in order to compare the emissions calculated by these models. Analyzing the results obtained in the fleets, there is a difference of about 72 and 41 times the amount of emissions produced by the U.S. fleet, in relation to the Portuguese fleet, using the programs MOVES and COPERT4 respectively. The total emissions produced by pollutants in study using the MOVES program are 6,3E7 t to the U.S. fleet and 9,1E5 t for the Portuguese fleet. With the program COPERT4 the emissions American’s fleet, increase five times when compared with the results of MOVES, having a value of 3,8E8 t, while for the Portuguese fleet with COPERT4, emissions increase about 7 times the value for MOVES to total of 7,6E6 t.
description: Mestrado em Engenharia Mecânica
URI: http://hdl.handle.net/10773/3878
appears in collectionsMEC - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
Dissertação de Mestrado em Engenharia Mecânica_Ivo Costa.pdf2.3 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2