DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Fotodegradação do glifosato
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3875

title: Fotodegradação do glifosato
authors: Almeida, Lídia Maria dos Santos
advisors: Esteves, Valdemar Inocêncio
Cabero, Marta Otero
keywords: Química analítica
Herbicidas
Fotodegradação
Substâncias húmicas
Dióxido de titânio
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Esta tese descreve a investigação realizada no âmbito da fotodegradação do herbicida glifosato. Foram realizadas experiências de fotodegradação do glifosato com óxido de titânio e estudados os factores que a influenciam, nomeadamente a concentração do óxido de titânio, o pH e a influência da presença ou ausência de oxigénio. Também foram realizadas experiências de fotodegradação do glifosato com óxido de titânio na presença de substâncias húmicas, tendo-se testado o efeito de diferentes concentrações das diferentes fracções de substâncias húmicas (ácidos húmicos, ácidos fúlvicos e fracção XAD-4). Pelas experiências efectuadas verificou-se que há uma influência da concentração de óxido de titânio na fotodegradação do glifosato, onde a concentração óptima de degradação é a 6 g/L, com uma percentagem de degradação de cerca de 45%, passado uma hora de irradiação. Quando se realizou o estudo do efeito do pH na degradação, verificou-se que a 6 < pH < 9 ocorre a degradação mínima. De seguida realizou-se a cinética a pH = 3,5, onde se conseguiu uma degradação de 95%, num intervalo de quatro horas. Quando se procedeu à fotodegradação do glifosato em soluções saturadas de oxigénio, constatou-se um aumento significativo na degradação (de 44% de degradação sem oxigénio para 54% de degradação com saturação de oxigénio, ao fim de uma hora de irradiação). A cinética da fotodegradação do glifosato em soluções saturadas de oxigénio e a sem acerto de pH mostrou que passadas três horas de irradiação se conseguiu a degradação total do glifosato. Ao realizar a cinética em soluções saturadas com oxigénio e a pH=3,5, observou-se uma degradação total passadas duas horas de irradiação. A adição de substâncias húmicas ao meio reaccional revelou um aumento considerável da degradação. Nestas condições conseguiu-se uma degradação de cerca de 78%, ao fim de uma hora de irradiação, enquanto em média sem substâncias húmicas no sistema é de cerca de 45%. O comportamento das diferentes fracções húmicas foi semelhante, ocorrendo para todas elas um máximo de fotodegradação a 1 mg/L e a partir dessa concentração, uma diminuição da degradação.

This thesis describes the investigation carried out in the area of the glyphosate herbicide photodegradation. Glyphosate photodegradation with titanium oxide experiences were made and there were studied the factors that influence them, such as titanium oxide concentration, pH and influence of the presence or absence of oxygen. Experiences of glyphosate photodegradation with titanium oxide in presence of humic substances were also carried out and the effect of different concentrations of different parts of humic substances was tested (humic acids, fulvic acids, XAD-4). According to the experiences conducted, it has been showed that titanium oxide concentration influences glyphosate photodegradation, where the optimal degradation concentration is at 6g/L, with a degradation percentage about 45%, one hour after irradiation. When the study of the pH effect on degradation was carried out, it was found that at 6 < pH < 9 occurs the minimum degradation. Then, it was conducted kinetics at pH=3,5 where degradation of 95% was achieved within four hours. When glyphosate photodegradation in oxygen saturated solutions was made, a significant increase of degradation (from 44% of degradation without oxygen to 54% of degradation with oxygen saturation, after one hour of irradiation) was noticed. Glyphosate photodegradation kinetics in oxygen saturated solutions and kinetics without pH adjustment showed that after three irradiation hours, total degradation of glyphosate was achieved. When performing kinetics in saturated oxygen solutions and at pH=3,5, there was a total degradation after two hours of irradiation. The addition of humic substances to the reaction medium revealed a considerable increase of degradation. Under these conditions, degradation about 78% after one hour of irradiation has been achieved, while on average, without humic substances in the system is about 45%. The behavior of the different humic parts was similar and, for each one of them, the maximum of photodegradation occurred at 1mg/L. From this concentration, there was a decrease of degradation.
description: Mestrado em Química Analítica e Controlo de Qualidade
URI: http://hdl.handle.net/10773/3875
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
dissertação.pdf1.56 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2