DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Balanço de dióxido de carbono em áreas urbanas: emissão e sequestro
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3729

title: Balanço de dióxido de carbono em áreas urbanas: emissão e sequestro
authors: Silva, Inês Pereira da
advisors: Borrego, Carlos
Martins, Helena
keywords: Engenharia do ambiente
Controlo da poluição do ar: Centros urbanos: Lisboa
Emissões atmosféricas
Dióxido de carbono
Efeito de estufa
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Diversos estudos têm vindo a demonstrar que as emissões atmosféricas de origem antropogénica estão a induzir uma acumulação de gases com efeito estufa na atmosfera, causando alterações nas condições climáticas da terra. Os centros urbanos, pela sua densidade populacional e pelas múltiplas actividades que apresentam, surgem como focos deste problema sendo fundamental agir no sentido de minimizar os seus impactes. Sendo no concelho de Lisboa que se insere a maior cidade do país é evidente a importância de conhecer o seu contributo para a emissão nacional de gases com efeito de estufa e implementar estratégias de mitigação. Deste modo, propõe-se com o presente trabalho a determinação do balanço de CO2 no concelho de Lisboa. Visando este objectivo, determinou-se a quantidade de gases com efeito de estufa emitidos para a atmosfera, resultantes da combustão de fontes energéticas, assim como a quantidade de CO2 assimilado pelos espaços verdes do concelho. O resultado do balanço permitiu constatar que a capacidade de sequestro de CO2 no concelho não é significativa quando comparada com as emissões de gases com efeito de estufa libertados para a atmosfera, dentro das fronteiras do concelho. Estes resultados são indicativos da necessidade adoptar mais medidas e novas políticas no sentido de reduzir as emissões de CO2.

Several studies demonstrate that atmospheric emissions of anthropogenic origin are inducing the accumulation of greenhouse gases in the atmosphere, causing climate changes on earth. The urban centres, because of their population density and the intense activity that they present appear as foci of this problem, being fundamental to take action in order to minimize their impacts. Since the municipality of Lisbon includes the largest city in Portugal, it becomes evident the importance of knowing its contribution to the national greenhouse gases emissions and to define mitigation strategies accordingly. Thus, the present work determines the balance of CO2 in Lisbon municipality. Aiming at this goal, both the amount of greenhouse gases emitted into the atmosphere as a result of energy consumption as well as the amount of CO2 assimilated by the city's green spaces were determined. It’s possible to conclude, as the outcome of this balance, that the ability of CO2 sequestration in the municipality is meaningless when compared to the amount of emissions of greenhouse gases released into the atmosphere, within the boundaries of the city. These results are indicative of both the need to take adequate measures and to adopt new politics in order to reduce emissions.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/3729
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
Dissertação.pdf4.89 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2