DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Importância do trabalho de campo no ensino das geociências
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3690

title: Importância do trabalho de campo no ensino das geociências
authors: Barros, Joel Filipe Pinto Ribeiro de
advisors: Almeida, Patrícia Glória Soares de Albergaria de
Cruz, Nuno Bravo de Faria
keywords: Ensino das ciências da terra
Técnicas pedagógicas
Estudos de campo - Ensino secundário
Aprendizagem pela resolução de problemas
Aprendizagem pela acção
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O ensino e aprendizagem da disciplina de Biologia e Geologia leccionada no Ensino Secundário tem vindo a sofrer mudanças ao longo dos tempos. Muitos investigadores procuram estratégias ou reformulam as existentes de forma a melhorar o ensino desta disciplina para contribuir na formação de cidadão activos, críticos e interventivos. No último processo de revisão curricular do Ensino Secundário, respeitante aos cursos gerais e tecnológicos do Ensino Secundário, o Ministério de Educação definiu algumas orientações das quais se destacam a integração das dimensões teórica e prática nas disciplinas, dando relevância ao ensino experimental. O ensino prático e experimental tem desempenhado um papel fundamental na educação das Ciências, como uma metodologia de ensino aceite pelos professores. O Trabalho de Campo (TC) é um exemplo de uma metodologia prática e um recurso que tem vindo a ser cada vez mais adaptada, por professores e investigadores, de forma a proporcionar um maior valor no ensino e aprendizagem das Geociências. Neste âmbito, esta investigação incidiu sobre dois estudos sendo utilizado como metodologia o estudo de caso. No primeiro, procurou-se saber qual o tipo e frequência de implementação de TC, por parte dos professores de Biologia e Geologia, bem como conhecer os motivos que o levam a implementar o TC. Para esse efeito, como instrumento de recolha de dados recorreu-se um questionário que foi respondido por dezasseis professores de Biologia e Geologia do 11ºano. O segundo estudo serve de complemento a este e incluiu a elaboração de um questionário a alunos do 11º ano do Ensino Secundário da disciplina de Biologia e Geologia, com objectivo de compreender a importância que o TC estabelece na facilitação e compreensão de conceitos e fenómenos geológicos, bem como a importância da sua implementação. No decorrer da actividade do segundo estudo, observou-se o comportamento dos alunos no que diz respeito a: pontualidade, motivação, empenho e interesse demonstrado. Foram ainda analisadas as respostas dadas pelos alunos no guião de campo elaborado propositadamente para essa actividade inerente ao TC. Para além disso, foi alvo de análise as questões da ficha de avaliação de conhecimentos (teste) que focavam as temáticas abordadas na actividade do TC. Os resultados do primeiro estudo indicam que a maioria dos professores implementam o TC uma a três vezes por ano e entendem que o tipo de TC mais adequado para este nível de ensino é do tipo Orientado para a Resolução de Problemas. No entanto, a maior parte das descrições de algumas actividades por eles efectuadas revelam que o TC implementado é o da Observação Dirigida, indicando que há necessidade de formação prática de professores ao nível de implementação de TC baseada na Resolução de Problemas. Relativamente ao segundo estudo, os alunos afirmam, tal como mencionado pelos professores, que o TC contribuiu para a compreensão dos fenómenos e conceitos geológicos, facto que se veio a evidenciar quer pela pontuação do guião de campo quer pela pontuação da questão realizada no teste.

The learning of the subject Biology / Geology taught at secondary schools has undergone changes throughout the time. Many researchers look for new strategies or try to reformulate the existing ones in order to improve the methods of teaching of this subject and to contribute to the emergence of active, critical and assertive citizens. In the last revision of the syllabus for the secondary level, as far as general and technological courses are concerned, the Ministry of Education defined some orientations, namely the integration of the theoretical and practical dimensions of the subject, giving relevance to experimental education. Practical and experimental education has been playing a very important role in the teaching of Sciences, as a methodology widely accepted by teachers. The field work is an example of a practical methodology and a resource that has been more and more adopted, both by teachers and researchers in order to provide a better teaching and learning process in the Geosciences. In this respect, this research work has focussed on two studies, being the case study used as a methodology. In the first one, the main aim was to find out the type and the frequency of field work that has been implemented by Biology and Geology teachers, as well as to understand the reasons why they do it. For this purpose, it was used a questionnaire which was answered by sixteen teachers of Biology and Geology of the eleventh grade as instrument to collect data. The second study is a complement to this one and it included a questionnaire answered by Biology and Geology students from the eleventh grade. Its aim was to understand the importance that the field work has in the understanding of geological concepts and phenomena as it is applied in class. During the second study, students behaviour was observed as far as punctuality, motivation, and interest were concerned. The answers given by the students in the script done specifically for this activity have also been analysed. Moreover, the answers of the written test which focussed on the topics related to the above mentioned activity were also studied. The results of the first study indicate that the majority of the teachers do field work from one to three times a year and that they understand that the most adequate sort of field work for this level of education is the guided kind for Problem solving. However, most of the descriptions of activities given by them show that the field work they do is of Direct observation, which indicates that there is the need for teacher training as to field work based on Problem solving. As to the second study, the students state, as mentioned by the teachers, that the field work has contributed to the understanding of geological concepts and phenomena, which was highlighted by the score on both the script and the question asked on the written test
description: Mestrado em Ensino da Biologia e Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Secundário
URI: http://hdl.handle.net/10773/3690
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
4701.pdf18.22 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2