DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 A orientação para o mercado do sector corticeiro português
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3625

title: A orientação para o mercado do sector corticeiro português
authors: Rios, Hugo Daniel Oliveira
advisors: Loureiro, Sandra Maria Correia
Moutinho, Victor Manuel Ferreira
keywords: Gestão de marketing
Gestão estratégica
Cultura organizacional
Avaliação de desempenho
Competitividade das empresas
Indústria da cortiça: Estudos de caso
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Com a globalização das economias, o elevado desenvolvimento da tecnologia, e o acelerar dos fluxos económicos dos últimos tempos obrigam a que as organizações pensem de forma mais exigente acerca da sua forma de estar e de agir. Segundo Slater e Narver (1994:46), sendo a orientação para o mercado uma geração e disseminação da informação de mercado que é composta pela informação sobre as necessidades actuais e futuras dos clientes e os factores exógenos que influenciam essas mesmas necessidades, torna-se necessário que essa informação seja convenientemente partilhada pelas diferentes áreas da organização. Desta forma pode concluir-se que a orientação para o mercado facilita e promove o papel individual de quem colabora na organização mas também dos próprios grupos e departamentos, o que contribui para uma performance superior. Na continuidade de estudos referenciados pela literatura de Marketing, que relacionaram o grau de influência de cada uma das dimensões de orientação para o mercado - geração de informação, disseminação de informação e resposta ao mercado –aplicamos este estudo direcionado à orientação ao mercado no sector da cortiça em Portugal na região de Aveiro, em que os resultados deste estudo vieram demonstrar que as três dimensões da orientação para o mercado estão positivamente associadas à performance. E mais ainda se acrescenta, que a terceira dimensão da orientação para o mercado, designada por resposta ao mercado, é a que mais influência exerce sobre a performance empresarial no sector estudado. A análise multivariada permitiu identificar as variáveis mais determinantes da variação na variável dependente orientação para o mercado e a sua implicação na performance o primeiro dado relevante aponta para a debilidade das práticas de Orientação para o Mercado destas empresas o que, em princípio, deverá também coincidir com alguma insipiência das suas práticas de marketing. Dedicou-se uma atenção especial nesta dissertação produtividade empresarial e à Aprendizagem Organizacional como motores da Orientação de Mercado. Seu impacto sobre o desempenho foi confirmado, mas parece ser muito fraco, talvez porque as práticas de Orientação para o Mercado também são embrionárias. A predisposição empresarial e aprendizagem organizacional parece ser decisiva em ambas as práticas de orientação para o mercado e para o desempenho. Neste estudo, foi dado um lugar especial à predisposição empreendedora e à aprendizagem organizacional como motores de orientação para o mercado. Seu impacto sobre o desempenho foi confirmado, mas parece ser muito fraco, talvez porque as práticas de Orientação para o Mercado ainda são embrionárias. A predisposição empresarial e aprendizagem organizacional parece ser decisiva em ambas, práticas de orientação para mercado e o desempenho.

With the economies globalization, high technology development and accelerated economic flows in recent times require organizations to think more demandingly about their way of being and acting. According to Slater and Narver (1994:46), being the market orientation a generation and dissemination of market information that is made by information about current and future needs of customers and exogenous factors that influence those needs, it becomes necessary that such information is properly shared between different areas of the organization. Thus it can be concluded that market orientation facilitates and promotes the role of each person who participates in the organization but also of their own groups and departments, which contributes to superior performance. In the continuation of the referenced studies in the Marketing literature, who related the degree of influence of each dimension of market orientation - information generation, information dissemination and response to market – we applied this study guided to the market orientation in the Cork in Portugal in the region of Aveiro, municipality of Santa Maria da Feira, where the results of this study have shown that the three dimensions of market orientation are positively associated with performance. And more is added, the third dimension of market orientation, called the response to the market, is the most influence over the business performance in the studied sector. Multivariate analysis identified the most determinants variables of variation in the dependent variable market orientation and its implication in the performance, the first relevant data points to the weakness in the practice of market orientation of these companies which, in principle, should also match some foolishness of their marketing practices. ln this study a special place as been given to entrepreneurial proclivity and to organizational learning as market orientation drivers. Its impact on performance has been confirmed but seems to be very week perhaps because Market Orientation practices are also embryonic. Entrepreneurial proclivity and organizational learning seem to be decisive on both market orientation practices and performance.
description: Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10773/3625
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
240839.pdf918.05 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2