DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Instituto Superior de Contabilidade e Administração > ISCA - Dissertações de mestrado >
 Activos intangíveis: impacto da adopção das IAS ao nível das despesas de I&D
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3576

title: Activos intangíveis: impacto da adopção das IAS ao nível das despesas de I&D
authors: Sá, Carla Solange Valente França de
advisors: Azevedo, Graça Maria do Carmo
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A partir de 2005, as entidades com valores admitidos à negociação nos mercados regulamentados da União Europeia (UE) passaram a apresentar as suas demonstrações financeiras consolidadas segundo as IAS/IFRS adoptadas pela UE. A presente dissertação de Mestrado tem por objectivo analisar o tratamento contabilístico em matéria de Activos Intangíveis nas contas consolidadas das entidades com valores admitidos à negociação na Euronext Lisbon, nomeadamente, as Despesas de Investigação e Desenvolvimento, no período de transição do antigo normativo nacional (PCGA) para as IAS/IFRS, designadamente, a IAS 38 – Activos Intangíveis. Por outro lado, investiga-se o comportamento das entidades ao nível dos impactos sentidos no período da adopção nos Activos Intangíveis no que diz respeito às Despesas de Investigação e Desenvolvimento e, analisa-se o seu Reconhecimento e Divulgação em anos subsequentes. Deste modo, além da identificação do tipo de informação divulgada nas notas anexas, afere-se o grau de cumprimento com o disposto na IAS 38. Da análise efectuada verificou-se alterações significativas ao nível dos activos intangíveis, nomeadamente no que concerne às despesas de investigação e desenvolvimento, resultantes da adopção da norma do IASB.

From 2005 on, all companies listed in European Stock Exchange are obliged to present their consolidated financial statements based on IAS/IFRS as adopted by the European Union. The aim of the present Master Thesis is to analyse the intangible assets, specially the research and development expenditures, as far as accounting treatment is concerned. This analysis occurs during the transition period from national GAAP regimes to IAS/IFRS, the IAS 38 – Intangible Assets. On the other hand, it will be evaluated the behaviour, of the Intangible Assets, specially the Research and Development Expenditures from the listed companies. The impact of the transition at the adoption period is also studied. Then, it will be analysed the Recognition Measurement and the Disclosure at the subsequent years. Finally, it will be identified the type of information displayed in the notes of the financial statements, assessing the compliance with IAS 38 dispositions. From the present analysis we’ve verified significant changes of the Intangible Assets, particularly the Research and Development Expenditures, due to the adoption of IASB standards.
description: Mestrado em Contabilidade - Fiscalidade
URI: http://hdl.handle.net/10773/3576
appears in collectionsISCA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
Dissertação de Mestrado.pdf1.18 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2