DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Growth in juvenile Scophthalmus maximus under different photoperiods and densities
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3488

title: Growth in juvenile Scophthalmus maximus under different photoperiods and densities
other titles: Crescimento de Scophthalmus maximus em vários fotoperíodos e densidades
authors: Laranjeira, Adriana de Melo
advisors: Pacheco, Mário Guilherme Garcês
keywords: Biologia marinha
Piscicultura
Fisiologia animal
Pregado - Crescimento
Fotoperiodismo
Densidade
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Foi efectuado um estudo em condições de produção intensiva para avaliar o efeito do fotoperíodo e da densidade no crescimento (peso fresco, ganho de peso, taxa de crescimento relativo, taxa de crescimento específico, factor de condição de Fulton e coeficiente de variação), utilização do alimento (taxa da eficiência alimentar, taxa da eficiência proteica, retenção proteica e retenção proteica liquida aparente), composição corporal (matéria seca, cinzas, proteína, lípidos e energia), produtividade e sobrevivência de pregados juvenis. Grupos de pregados foram mantidos em cinco fotoperíodos diferentes (LE0:24, LE3:21; LE6:18, LE9:15 e LE12:12) e duas densidades (densidades iniciais: 8 e 15 kg m-2) durante 45 dias. A sobrevivência dos pregados foi de 100% para todos os grupos experimentais. O crescimento, a utilização do alimento e a produtividade foram influenciados apenas pela densidade (este factor tem um efeito mais forte nos peixes). Os peixes criados na densidade mais baixa (8 kg m-2) apresentaram taxas de crescimento e ganhos de peso mais elevados e uma melhor utilização do alimento quando comparados com os peixes criados na densidade mais elevada (15 kg m-2). No entanto, a densidade mais elevada teve uma produtividade maior que a densidade mais baixa. Assim, os resultados sugerem que, das densidades estudadas, a densidade mais baixa (8 kg m-2) é a mais adequada para um bom crescimento e uma melhor utilização do alimento, no entanto em termos de produtividade a densidade mais elevada mostrou ser a mais favorável. Não foram observadas diferenças significativas na resposta do crescimento, da utilização do alimento e da produtividade ao fotoperíodo mas existe uma tendência para melhores resultados no fotoperíodo LE6:18. Os pregados criados no fotoperíodo LE6:18 e densidade 8 kg m-2 apresentaram bons valores de crescimento, sobrevivência, utilização do alimento e produtividade. Os resultados deste trabalho vão contribuir no futuro próximo para avaliar a possibilidade de usar esta espécie de uma maneira mais eficaz e rentável e também vão contribuir para um melhor conhecimento da biologia da espécie.

A study was carried out in conditions of intensive production to evaluate the effect of photoperiod and stocking density on growth (wet weight, weight gain, relative growth rate, specific growth rate, Fulton’s condition factor and coefficient of variation), feed utilization (feed efficiency ratio, protein efficiency ratio, protein retention and apparent net protein retention), body composition (dry matter, ash, protein, lipid and energy) productivity and survival of juvenile turbot. Groups of fish were reared at five different photoperiod regimes (LD0:24, LD3:21, LD6:18, LD9:15 and LD12:12) and two different stocking densities (initial densities: 8 and 15 kg m-2) for 45 days. Survival was 100% for all the experimental groups. Growth, feed utilization and productivity were only influenced by stocking density (this factor has a stronger effect on the fish). Fish held at the lowest density (8 kg m-2) showed higher growth rates, weight gains and better feed utilization than fish held at the highest density (15 kg m-2). Nonetheless, the highest density had higher productivity than the lowest density. Therefore, the results suggest that, from the densities tested, the lowest density (8 kg m-2) is the most adequate for a good growth, feed utilization, although in terms of productivity the highest density (15 kg m-2) is the most favourable. No significant differences in growth, feed utilization and productivity response to photoperiod were observed though there is a tendency for better results in the photoperiod LD6:18. Juvenile turbot reared at LD6:18 and 8 kg m-2 presented very good results in growth, survival, feed utilization and productivity. This work will contribute in the near future to evaluate the possibility of using this species in a way that can be more effective and more profitable and will also contribute to a better understanding of the species biology.
description: Mestrado em Biologia Marinha
URI: http://hdl.handle.net/10773/3488
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
4205.pdf1.11 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2