DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Instituto Superior de Contabilidade e Administração > ISCA - Dissertações de mestrado >
 Regulamento 1606/2002/CE: impactos declarados pelas empresas cotadas espanholas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3255

title: Regulamento 1606/2002/CE: impactos declarados pelas empresas cotadas espanholas
authors: Reis, Ana Maria Nogueira
advisors: Azevedo, Graça Maria do Carmo
Costa, Alberto J.
keywords: Contabilidade e auditoria
Contabilidade
Normalização contabilística
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: esde 2005, cerca de 7.000 empresas europeias cotadas foram obrigadas a adoptar as normas internacionais de contabilidade, através do Regulamento 1606/2002. Com a introdução de um regime de contabilidade uniforme espera se obter uma maior comparabilidade e transparência nas contas das empresas europeias. O nosso estudo tem como principal objectivo a análise das Demonstrações Financeiras das empresas não financeiras do IBEX-35 e analisar se a implementação das novas normas melhorou a qualidade e relevância da informação. Para alcançar estes objectivos utilizámos as Demonstrações Financeiras elaboradas sob os dois normativos, o internacional e o espanhol, para uma mesma data. Concluímos que, no caso de Espanha, a comparabilidade piorou devido, em parte, à diversidade de opções que as normas permitem. No que diz respeito à relevância consideramos que não houve melhoramento na informação para os utilizadores locais da Bolsa, devido à existência de dois normativos, porque a diferença entre o que está registado e o valor de mercado é maior quando se aplicam as normas internacionais de contabilidade. ABSTRACT: From 2005, around 7.000 listed European firms were required to adopt International Financial Standards through the Regulation (EC) 1606/2002. The introduction of a uniform accounting regime is expected to ensure greater comparability and transparency of financial reporting of the European firms. Our study has as principal goal to analyse the financial statements of the non-financial IBEX-35 firms, and assess if the implementation of the new standards improved the relevance and quality of the information. To achieve these objectives we used the statements elaborated under two standards, the international and the Spanish, during the same period. The conclusions are that for the Spanish case the comparability worsened, and this is partly due to the diversity of options of the standards. As for the relevance we don’t think there was any improvement in the information for the local stock exchange users, due to the use of two standards, because the gap between book and market values is wider when IFRS are applied.
description: Mestrado em Contabilidade - Auditoria
URI: http://hdl.handle.net/10773/3255
appears in collectionsISCA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2010000515.pdf737 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2