DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Estudo da estabilidade térmica e bárica da levedura Pichia stipitis
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3130

title: Estudo da estabilidade térmica e bárica da levedura Pichia stipitis
authors: Almeida, Hugo Ferrão Dias de
advisors: Xavier, Ana
Saraiva, Jorge Manuel Alexandre
keywords: Recursos renováveis
Leveduras
Estabilidade térmica
Microorganismos
Fermentação
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O objectivo principal deste trabalho foi a determinação da estabilidade térmica e bárica da levedura P. stipitis. Como objectivo secundário, tentou-se desenvolver um método rápido de quantificação da levedura para facilitar o estudo da estabilidade térmica e bárica. Primeiramente, efectuaram-se rectas de calibração e realizaram-se curvas de crescimento seguindo o crescimento microbiano por diferentes técnicas experimentais, nomeadamente, a densidade óptica, a contagem por câmara de Neubauer e a contagem por colónias. Foi possível verificar que é possível quantificar a levedura de modo rápido por contagem em câmara de Neubauer e por densidade óptica. A taxa específica de crescimento obtida foi de 0,4262h-1, com um tempo de duplicação de 1h38min. O estudo da inactivação térmica foi realizado com temperaturas entre 35,0 ºC e 45,0 ºC e a inactivação bárica com pressões entre 50,0 MPa e 250,0 MPa. À medida que aumenta a temperatura e pressão aumenta a velocidade de destruição da levedura. Os tempos de meia-vida para a inactivação térmica variaram entre 88,67 e 1,04 min e para a incativação bárica entre 4,30 e 0,31min. Para a inactivação térmica foi obtida uma energia de activação de 402899 J/mol, enquanto para a inactivação bárica foi obtido um volume de activação de -89 cm3/mol. ABSTRACT: The principal objective of this study was to determine the thermal and baric estabilidity of yeast P. stipitis. As a secondary objective, a development of a rapid method for quantification of the yeast was tried, to facilitate the study of thermal stability and barium. First, calibration line and growth curves was done following the growth of microbial growth by different experimental techniques, including optical density, count by a Neubauer chamber and by colony-forming unit. It was noted that it is possible to quantify the yeast quickly by counting in a Neubauer chamber and optical density. The specific growth rate obtained was 0,4262, with a doubling time of 1h38min. The study of thermal inactivation was carried out with temperatures between 35,0ºC and 45,0ºC and the baric inactivation pressures between 50,0 MPa and 250,0 Mpa. As the temperature and pressure increases, the rate of destruction of the yeast increases too. The times of half-life for thermal inactivation ranged between 88,67 and 1,04 min and for baric inactivation between 4,30 and 0,31 min. An activation energy of 402899 J/mol for the thermal inactivation was obtained, while for the baric inactivation was obtained a activation volume of -89 cm /mol.
description: Mestrado em Materiais Derivados de Recursos Renováveis
URI: http://hdl.handle.net/10773/3130
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2010000433.pdf1.08 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2