DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Caracterização de méis da Serra do Caramulo
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3033

title: Caracterização de méis da Serra do Caramulo
authors: Ferreira, Catarina Marques
advisors: Delgadillo Giraldo, Ivonne
keywords: Química dos alimentos
Mel
Análise multivariada
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: As zonas de montanha, de uma forma geral, apresentam-se como zonas deprimidas e a necessitarem que se criem motivos para elevar o nível de vida das populações. Os produtos regionais, como por exemplo, o mel, podem ter um papel crucial no desenvolvimento dos meios serranos, nomeadamente no contributo significativo para a melhoria dos rendimentos dos produtores e na preservação /valorização dos recursos das regiões desfavorecidas. A valorização do mel de uma determinada região tem por base a sua caracterização e tipificação, sendo importante neste caso não só a utilização dos padrões analíticos essenciais fixados pela legislação comunitária e nacional, como também um conjunto de normas físicoqu ímicas, polínicas, sensoriais e microbiológicas que caracterizem de forma homogénea e bem representativa o mel. Ao abrigo do Programa "Acções de Melhoria e Comercialização do Mel", foram realizadas análises físico-químicas e polínicas ao mel da Serra do Caramulo para avaliação dos parâmetros clássicos de qualidade do mel (NP-1307, Port. Nº449/76) e confirmação da origem botânica e geográfica. As análises polínicas, permitiram-nos verificar que a região não é homogénea na produção de méis, existindo três tipos: mel monofloral de Ericaceaes (>45% de pólen de Erica sp.) nas zonas de maior altitude, mel monofloral de Eucaliptus globulus L. e mel multifloral com maior ou menor influencia de Eucaliptus globulus L. e de Ericaceae , nas zonas do vale da montanha. Pretendemos com este trabalho aplicar a análise Multivariada (PCA) aos dados das análises realizadas em 1998, 1999, 2000, 2001 e 2002, de forma a verificarmos a relação entre as amostras e a relação das amostras com os diferentes parâmetros. É também nosso objecto de estudo a validação da espectroscopia de FTIR, na sua variante ATR, para a discriminação, através de quimiometria, de méis de diferentes zonas na Serra do Caramulo. Pela análise em Componentes Principais, concluímos que os méis monoflorais de Erica sp, apresentam valores de índice de formol, H2O, acidez e conductividade superiores aos méis monoflorais de Eucaliptus globulus L.. Na análise realizada por FTIR, verificou-se a influência de certas interferências (vapor de água, dióxido de carbono) em algumas regiões dos espectros, foram escolhidas diversas zonas para um estudo mais detalhado das características espectrais dos méis, nomeadamente 4000-600 cm -1; 3500-2800 cm -1 ; 1800-1200 cm -1e 1500-750 cm -1. As principais diferenças entre as amostras verificaram-se na região do "fingerprint". ABSTRACT: Mountain zones are often depressed areas where the local populations need incentives to improve their quality of life. Regional products, such as honey, may play a crucial role in the development of mountain areas, increasing the producers income and help to the preservation/valorization of the resources in these depressed regions. For the valorization of this kind of regional product its caracterization and tipification is needed, being important not only the compliance of the of analitical parameters fixed by comunitary and nacional legislation, but also the determination of the physical-chemical, sensorial, microbiological charecteristics so as the botanical origin of the pollen. Making use of the "Actions of Improvement and Commercialization of the Honey Program" , the honey from the "Serra do Caramulo" was analysed for the classical physical chemical parameters and for the pollen to determine the botanic origin and verify the geographic origin. The pollinic analisys showed that the region produces 3 types of honey: monofloral honey of Ericacea (>45% of Erica sp.) in the higher lands, monofloral honey of Eucaliptus globulus L .and multifloral (with more or less influence of Eucaliptus globulus L. and Erica sp.) in lower lands. From the PCA, it was possible to conclude that monofloral honeys of Erica sp., have higher values of formol, moisture, free acidity, pH, conductivity than monofloral honeys of Eucaliptus globulus L... We also studied the applicability of FTIR spectrometry in combination with chemometrics for the discrimination of honeys of different zones of "Serra do Caramulo". Given the influence of certain interferences (water vapor and dioxid carbon) in some regions of the FTIR spectra it was made a selection of a few zones for a more detailed study of spectral characteristics, namely 4000-600 cm-1; 3500-2800 cm-1; 1800-1200 cm-1 e 1500-750 cm-1. The most relevant region of discriminatios is "finger print region".
description: Mestrado em Química e Qualidade dos Alimentos
URI: http://hdl.handle.net/10773/3033
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2008001856.pdf3.39 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2