DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Quantificação de Club Drugs em amostras biológicas em toxicologia forense
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3007

title: Quantificação de Club Drugs em amostras biológicas em toxicologia forense
authors: Castro, André Alexandre Lobo Lopes de
advisors: Silvestre, Armando Jorge Domingues
Tarelho, Sónia Maria Lemos Heleno
keywords: Métodos biomoleculares
Substâncias psicotrópicas
Ciências forenses
Toxicologia
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: As ciências forenses, incluindo a toxicologia forense, apresentam, na actualidade, uma importância acrescida e uma exposição mediática nunca antes atingidas. Os seus resultados são cada vez mais valorizados pelas autoridades judiciais e a sua abrangência é cada vez mais vasta. Tendo como objectivo a aplicação de conhecimentos e métodos científicos na resolução de questões judiciais, a credibilidade e validação das metodologias utilizadas é fulcral para a aceitação de um resultado que terá sempre consequências judiciais. O consumo de substâncias psicoactivas usadas para intensificar fenómenos individuais e colectivos de socialização, associadas a um tipo de sub-cultura organizado ou não em “Clubes de Dança” (dance clubs), denominada Rave Subculture, levanta questões prementes de saúde pública e de envolvimento das autoridades judiciais, quer na prevenção do tráfico, quer na minimização e controlo do seu consumo. As consequências sanitárias e judiciais trazem também as ciências forenses neste plano, justificando a implementação de métodos de detecção e quantificação deste grupo de compostos, quer para avaliação de estado de influenciado, quer para avaliação e determinação de possíveis causas de morte associadas ao seu consumo. Neste trabalho, foi desenvolvido um método de determinação analítica de GHB, GBL, cetamina, propoxifeno, PCP, metadona, flunitrazepam, 7- aminoflunitrazepam e buprenorfina em líquidos biológicos (urina e sangue total) por GC-MS em modo SIM, precedido de extracção por SPE com colunas OASIS® MCX. Os resultados obtidos permitaram a validação da metodologia desenvolvida, a partir de níveis terapêuticos, para a cetamina, propoxifeno, PCP, metadona, flunitrazepam, 7-aminoflunitrazepam e buprenorfina em amostras de urina e sangue total. O método apenas não se mostrou eficaz a concentrações terapêuticas para o flunitrazepam em amostras de urina, com uma taxa de recuperação de 41%. Os restantes compostos apresentaram taxas de recuperação superiores a 68%. Finalmente, o método de extracção não se mostrou eficaz para o GHB e a GBL. Com este método o Serviço de Toxicologia Forense adoptou um procedimento generalista para a detecção deste grupo de substâncias, resultando numa maior rentabilização de recursos físicos e humanos e consequente redução de custos. ABSTRACT: Presently, forensic sciences have been under public authorities’ scrutiny and critical look, due to the increasing attention of the media and public opinion, always applying its aim, the use of scientific knowledge to help solving forensic cases. However, to use forensic toxicology results to solve legal cases, it is crucial to have all the analytical methodologies appropriately validated. The use of psychoactive substances in order to improve social relations and increase body energy in Rave Culture has raised many legal and health public concerns, both for illicit trade and consumption. Forensic toxicology plays an important role in this area, mainly linked to the detection and quantitation of these substances, both in vivo as in post-mortem samples. In this work, we developed a methodology for the extraction and analysis of GHB, GBL, ketamine, propoxyphene, PCP, methadone, flunitrazepam, 7- aminoflunitrazepam and buprenorphine from urine and whole blood samples by SPE (using OASIS® MCX SPE columns) and GC-MS in SIM mode. The results obtained allowed to validate the analytical method for ketamine, propoxyphene, PCP, methadone, flunitrazepam, 7-aminoflunitrazepam and buprenorphine, both for urine and whole blood samples, starting in therapeutic values (except for Flunitrazepam in urine samples, with an extraction efficiency of 41%); all the others compounds shown extraction efficiencies above 68%. Finally the extractive procedure wasn’t efficient both for GHB and GBL. This method constitutes a systematic procedure for club drugs detection able to be routinely applied with evident advantages in terms of a more rational and economic use of equipments and human resources.
description: Mestrado em Métodos Biomoleculares Avançados
URI: http://hdl.handle.net/10773/3007
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2008001526.pdf1.06 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2