DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Matemática > MAT - Dissertações de mestrado >
 A primeira década dos congressos luso-espanhóis para o progresso das ciências
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/2882

title: A primeira década dos congressos luso-espanhóis para o progresso das ciências
authors: Morais, Marta Lúcia de Castro
advisors: Malonek, Helmuth
keywords: Matemática
Ensino
Desenvolvimento científico
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: No panorama dos estudos em História da Matemática em Portugal denotava- -se uma lacuna quanto à análise do papel da Associação Portuguesa para o Progresso das Ciências. Foi exactamente com o intuito de dar um contributo para este estudo que se propôs desenvolver este tema. Com efeito, ainda que com algum atraso em relação à Europa, também chegou a Portugal a necessidade dos investigadores se associarem entre si para alcançar as pisadas das principais comunidades científicas europeias. A exploração das actas e tomos dos vários congressos permitiram começar a estudar a sua actividade científica. Estabelecido o marco histórico da realidade portuguesa e espanhola, o capítulo seguinte tenta estabelecer a ponte entre o Primeiro Congresso Luso- -Espanhol para o Progresso das Ciências, no Porto, em 1921, e o segundo destes Congressos em território nacional, em Coimbra, em 1925. Não esquecendo a participação nacional no Congresso de Salamanca, que se situou entre estas datas. Damos maior atenção, naturalmente, ao Congresso de Coimbra, do qual se destaca os trabalhos da secção de Ciências Matemáticas, com uma breve análise do seu conteúdo. Para terminar, é elaborada uma breve alusão aos congressos seguintes até ao terceiro Congresso em terras lusas, em Lisboa, em 1932, reflectindo ainda sobre os conteúdos abordados em Cádiz (1927) e Barcelona (1929). ABSTRACT: In the panorama of studies in History of Mathematics in Portugal there is a gap in the analysis of the role of the Portuguese Association for the Advancement of Science. It was precisely with the objective of contributing to this study that was proposed to develop this subject. In fact, although less developed than other European countries, Portuguese investigators have also understood the necessity of forming partnerships among themselves in order to follow the footsteps of the main European scientific communities. The analysis of minutes and volumes of several congresses have allowed to study their scientific activity. After referring the Portuguese and Spanish historical reality, the next chapter tries to establish a bridge between the first Iberian Congress for the Advancement of Science, in Oporto, in 1921, and the second of these congresses in national territory, in Coimbra, in 1925. Also the national participation in the Congress of Salamanca hasn’t been forgotten. The emphasis was, obviously, on the Congress of Coimbra, of which is pointed out the work of the section of Mathematical Sciences, with a brief analysis of its content. To conclude, is briefly referred the congresses which followed until the third Congress in Portugal, in Lisbon (1932). It was also reflected on the subjects referred in Cadiz (1927) and Barcelona (1929).
URI: http://hdl.handle.net/10773/2882
appears in collectionsMAT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2008000113.pdf7.02 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2