DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Línguas e Culturas > DLC - Teses de doutoramento >
 O lugar da memória na obra de jovens autores de expressão alemã
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/2872

title: O lugar da memória na obra de jovens autores de expressão alemã
authors: Simões, Anabela Valente
advisors: Hanenberg, Peter
Costa, Maria Cristina
keywords: Cultura alemã
Holocausto
Identidade colectiva
Memória colectiva
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho propõe-se reflectir sobre o efeito transgeracional do Holocausto, responsável pela formação de traumas e sentimentos de culpa, como se testemunham tanto em estudos psicológicos como em textos literários. Trata-se de um factor nuclear da problemática identitária verificada junto da geração de indivíduos, nascidos após o final da ditadura nacionalsocialista. Embora esta geração não tenha vivido durante os anos da ditadura hitleriana, recai sobre ela uma herança histórica que, inevitavelmente, deixa marcas profundas no processo de construção e consolidação da identidade de cada um: se os filhos dos sobreviventes se debatem com o sentimento de "culpa pela sobrevivência" sentido pelos pais, aos filhos dos criminosos é imputada uma culpa moral pela barbárie perpetrada pelos progenitores. Esta reflexão assenta no estudo da obra dos escritores Jan Koneffke e Doron Rabinovici, jovens autores de expressão alemã, que representam os conceitos de trauma, identidade e memória no contexto histórico, político e social da actualidade.

This dissertation reflects on the transgenerational effects of the Holocaust, event that is responsible for the formation of trauma and feelings of guilt that can be found in psychological studies as in literary texts. It is the core of the problematic identity construction among a generation of individuals, who were born after the end of the national-socialist dictatorship. Even though this generation didn’t witness the years of Hitler’s dictatorship, it has to deal with a historical heritage that, inevitably, influences the process of construction and consolidation of each individual’s identity: if children of Holocaust survivors have to face the "guilt of survival" felt by their parents, the offspring of nazi criminals are affected by a moral guilt, caused by the barbaric acts perpetrated by their progenitors. This reflection is based on the work of the writers Jan Koneffke and Doron Rabinovici, young authors writing in German, whose texts represent the concepts of trauma, identity and memory in the current historical, political and social context.
description: Doutoramento em Cultura
URI: http://hdl.handle.net/10773/2872
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DLC - Teses de doutoramento

files in this item

file sizeformat
2009001252_1.pdf4.77 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2