DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Geociências > GEO - Dissertações de mestrado >
 Efeito da drenagem ácida da mina do Lousal nas comunidades de diatomáceas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/2704

title: Efeito da drenagem ácida da mina do Lousal nas comunidades de diatomáceas
authors: Teixeira, Paula Susana Monteiro Novais
advisors: Silva, Eduardo Anselmo Ferreira da
Almeida, Salomé Fernandes Pinheiro de
keywords: Geoquímica
Exploração de minas
Águas superficiais
Contaminação ambiental
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Na mina do Lousal foi explorada, durante 88 anos, a pirite para extracção de enxofre, tendo cessado a sua actividade em 1988. A drenagem ácida proveniente da mina e das escombreiras abandonadas provoca alterações das características físico-químicas da água e consequentemente biológicas na ribeira de Corona, devido, essencialmente, ao seu pH baixo e às elevadas concentrações de metais. Com o intuito de compreender estas alterações efectuaram-se 4 campanhas de amostragem, uma por estação do ano, em 7 locais de amostragem previamente seleccionados. As amostras de água superficial foram caracterizadas do ponto de vista físicoquímico mediante a determinação de pH, condutividade e oxigénio dissolvido, carência química de oxigénio (CQO) e da análise de elementos maiores e vestigiais por ICP-MS. As amostras de sedimento de corrente (fracção <170 μm) foram analisadas por ICP-OES. Quando presentes foram caracterizadas as comunidades epilíticas, epipsâmicas e epífitas de diatomáceas em cada local amostrado. A caracterização geoquímica das águas de superfície e dos sedimentos de corrente revelou valores muito acima do fundo geoquímico local, valores esses que de acordo com o critério estabelecido pela “Contaminated Sediment Standing Team” conferem uma elevada toxicidade ao meio aquático. Este trabalho mostra que a mina também está a provocar um impacto negativo nas comunidades de diatomáceas na área em estudo. Devido às drenagens ácidas as comunidades de diatomáceas apresentam não só modificações na sua estrutura como também anomalias na sua morfologia. ABSTRACT: Pyrite was explored for 88 years in Lousal mine for sulphur extraction. The mining activities finished in 1988. The acid mine drainage from the mine spring and the abandoned tailing deposits induce physical, chemical and biological changes in Corona stream. Those changes are due to the acidic environment and high trace metal concentration. In order to understand these changes seasonal sampling took place at 7 sites previously selected. Superficial water samples were characterized by the determination of some physical and chemical parameters (pH, conductivity, dissolved oxygen, chemical oxygen demand (COD) and trace elements by ICP-MS). Stream sediment samples (fraction <170 μm) were analysed by ICP-OES. When present the epilithic, epipsamic and epiphytic diatom communities where characterized at each sampling site. The geochemical characterization of the superficial water and stream sediments revealed much higher concentrations than the local geochemical background values, which according to the “Contaminated Sediment Standing Team” make the aquatic environment very toxic. Negative impacts on the diatom communities where also observed in the surroundings of the mine. Structural changes were detected in the diatom communities as well as morphological anomalies probably due to the acid mine drainage.
description: Mestrado em Geoquímica
URI: http://hdl.handle.net/10773/2704
appears in collectionsGEO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2008000653.pdf37.16 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2