DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Física > FIS - Teses de doutoramento >
 Interacções físico biológicas que controlam a dispersão de larvas: aplicação às zonas adjacentes aos estuários do norte de Portugal
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/2670

title: Interacções físico biológicas que controlam a dispersão de larvas: aplicação às zonas adjacentes aos estuários do norte de Portugal
authors: Almeida, Martinho Marta
advisors: Dubert, Jesús
Queiroga, Henrique José de Barros Brito
keywords: Hidrodinâmica oceanográfica
Ondas de maré
Estuários
Plataforma continental
Larvas
issue date: 2006
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Um modelo numérico tridimensional oceânico foi usado para estudar a influência das condições físicas na dispersão e recrutamento de larvas com migração vertical diária (MVD) activa na plataforma continental noroeste de Portugal. As primeiras simulações foram forçadas por marés e verificou-se que a interacção entre MVD e correntes de maré não é importante para o transporte de larvas na plataforma continental oeste portuguesa. O trabalho realizado com forçamento de marés incrementou o presente conhecimento da dinâmica da maré na região. A análise da variação vertical dos parâmetros das elipses de maré mostra uma separação clara entre os harmónicos diurnos e semi-diurnos, e entre a circulação oceânica quase barotrópica e as correntes com dependência vertical na plataforma. Desprezando a interacção entre MVD e as marés o próximo passo foi a construção e validação dum modelo realístico forçado por fluxos atmosfera-oceano, capaz de reproduzir as correntes dominantes, geradas pelo vento, na plataforma continental. Na configuração criada a MVD das larvas foi simulada com quatro cenários de distribuição e migração vertical. Foram feitas duas simulações, uma para o final do Inverno e outra para a Primavera, abrangendo os meses de Fevereiro a Abril e Abril a Junho de 2002. Estes períodos foram escolhidos pois exibem diferentes regimes de vento, não favorável e favorável ao afloramento costeiro. Os resultados mostram que as partículas com MVD sofreram maior retenção na plataforma continental interna durante condições de afloramento do que em qualquer outra combinação de cenário de migração e regime de vento. Na costa noroeste da Península Ibérica, que não exibe irregularidades topográficas que poderiam criar áreas de concentração e retenção, a MVD pode constituir um mecanismo importante para evitar a dispersão de larvas em direcção ao mar aberto.

A three-dimensional ocean numerical model was used to study the influence of physical conditions on the dispersion and recruitment of larvae with active diel vertical migration (DVM) at the northwestern Portuguese shelf region. In the first simulations the model was forced by tides and it was verified that the interaction between DVM and tidal currents is not important in the western Portuguese shelf for the transport of horizontally passive larvae. The extensive work done with tidal modelling allowed an increment in the knowledge of tidal dynamics in the region. The tidal currents are dominated by the semi-diurnal harmonic M2 and are amplified over the shelf. The diurnal components suffer a greater amplification specially K1 over the Lisbon Promontory. The analysis of vertical parameters of tidal ellipses showed a clear separation between semi-diurnal and diurnal components, and between the almost barotropic open sea circulation and depth dependent shelf currents. Neglecting the interaction of DVM with the tidal currents, the next step was to build and validate a realistic model forced by air-ocean fluxes, able to reproduce the prevailing wind-driven shelf currents. This new model configuration created was again used to study larvae DVM, simulated with four different scenarios of distribution and vertical migration of larvae. Two simulations were performed, one for the late winter and the other for the spring, covering the months of February to April and April to June 2002. These periods were chosen because they show contrasting wind regimes, between non-upwelling and upwelling season. The results showed that particles with DVM were more retained in the inner shelf during upwelling conditions than in any other combination of migration scenario and wind regime. In the coast of northwest Iberia, which lacks topographic irregularities that may originate concentration and retention areas, DVM may constitute an important mechanism to avoid seaward dispersal of the larvae.
description: Doutoramento em Física
URI: http://hdl.handle.net/10773/2670
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
FIS - Teses de doutoramento
PT Mar - Teses de doutoramento

files in this item

file sizeformat
2007001373.pdf4.43 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2