DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática > DETI - Dissertações de mestrado >
 As perturbações do espectro do autismo na região autónoma da Madeira
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1984

title: As perturbações do espectro do autismo na região autónoma da Madeira
authors: Araújo, Joana Isabel Rodrigues
advisors: Teixeira, António Joaquim da Silva
keywords: Ciências da fala e da audição
Audição
Autismo
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Objectivos: estimar a prevalência das Perturbações do Espectro do Autismo (PEA) na Região Autónoma da Madeira (RAM) e caracterizar as crianças com esta patologia, no que respeita às suas características específicas e ao acompanhamento que é realizado nesta região. Métodos: o levantamento epidemiológico incluiu as crianças com diagnóstico clínico de PEA nascidas entre os anos 1999 e 2001, sendo realizado através da base de dados electrónica da Direcção Regional de Educação Especial e Reabilitação (DREER). Para a caracterização, foram incluídas todas as crianças/jovens com PEA da RAM, que totalizam 47. Elaborou-se um questionário e aplicou-se a todos os docentes especializados da RAM que acompanham as crianças/jovens com PEA. Os dados obtidos foram tratados e comparados com outros estudos publicados. Resultados: a prevalência das PEA na RAM, na faixa etária definida é de 1,9 por 1000 crianças. O diagnóstico mais frequente entre as PEA, é o de Perturbação Autística e o género predominante, o masculino. O diagnóstico clínico é realizado mais frequentemente aos 3 anos. O modelo de intervenção mais utilizado na RAM é o Treatment and Education of Autistic and Related Communication Handicapped Children (TEACCH). Cerca de 40% das crianças/jovens são acompanhadas directamente por um Terapeuta da Fala e cerca de 58% apresenta linguagem verbal oral, sendo realizado pouco recurso aos Modelos de Comunicação Aumentativos e Alternativos, que são também pouco diversificados. Conclusões: a prevalência das PEA na RAM parece ser a mais elevada a nível nacional, comparando com outro estudo nacional realizado. A idade de realização do diagnóstico clínico vai de encontro aos estudos internacionais. Comparando com estudos internacionais realizados, são utilizados poucos modelos de intervenção, sendo o TEACCH o modelo mais utilizado em contexto educativo, tal como ocorre a nível nacional. Ao contrário do que ocorre noutros países, os MCAA são pouco utilizados e pouco diversificados. ABSTRACT: Objectives: to estimate the prevalence of Autism Spectrum Disorders (ASD) in the Região Autónoma da Madeira (RAM) and to characterize the children with this disorder, with regard to their specific characteristics and the management that is carried out in this region. Methods: an epidemiological survey was performed through the electronic database of the Direcção Regional de Educação Especial e Reabilitação (DREER) including children with a clinical diagnosis of ASD born between the years 1999 and 2001. For the characterization were included all children/youths with ASD in RAM which total 47. A questionnaire was developed and applied to all special education teachers of RAM that follow children/youths with ASD. The data was processed and compared previously reported studies. Results: the prevalence of ASD in RAM for the defined age group is 1,9 per 1000 children. The most frequent diagnosis among ASD is Austistic Disorder. There is a higher frequency in males. The clinical diagnosis is preformed more frequently at 3 years of age. The model of intervention more frequently used in RAM is the TEACCH model. About 40% of the children/youths are directly followed by a speech therapist and about 58% presented oral verbal language, with little use of alternative and augmentative communications (MCAA), which are also less diverse. Conclusions: the prevalence of ASD in RAM seems to be the highest nation wide, compared with a previously reported national survey. The age at clinical diagnosis is comparable to that found in international studies. In comparison with international reports, few intervention models are used, the TEACCH model is the most used in the educational/schooling context, as occurs at national level. Unlike that is observed in other countries MCAAs are modestly and are poorly diversified.
description: Mestrado em Ciências da Fala e da Audição
URI: http://hdl.handle.net/10773/1984
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
DLC - Dissertações de mestrado
DETI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000553.pdf1.82 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2