DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática > DETI - Dissertações de mestrado >
 Articulação em disartria pós-TCE : análise acústica
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1983

title: Articulação em disartria pós-TCE : análise acústica
authors: Barroco, Mário André Lopes
advisors: Teixeira, António Joaquim da Silva
keywords: Ciências da fala e da audição
Traumatologia
Perturbações da fala
Disartria
Articulação da fala
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Objectivo/tema: Os Traumatismos Crânio Encefálicos são uma das causas de alterações de fala. Podem provocar vários tipos de lesões, entre as quais se encontram as perturbações motoras da fala. Dentro destas lesões temos a disartria, definida como um distúrbio da expressão verbal causada por alteração do controle muscular dos mecanismos da fala, nomeadamente dos órgãos fono-articulatórios. Na disartria existem alterações na produção do discurso, que podem ser analisadas, acusticamente, por diferentes parâmetros. Método: Foi realizada uma análise acústica de vários parâmetros (taxa de elocução, taxa de articulação, velocidade de leitura, diadococinésia e VOT) em produções de 2 pacientes, de géneros diferentes, com disartria póstraumatismo crânio-encefálico. Resultados: Como principais resultados, verificaram-se, de uma forma geral, uma lentificação na fala de ambos os sujeitos, com uma diminuição dos parâmetros analisados, à excepção das taxas de elocução e articulação para o sujeito masculino. Estes parâmetros para este sujeito encontram-se próximos dos valores normais, devido a este paciente se encontrar em fase final de tratamento. Discussão: Os resultados obtidos neste trabalho vêm ao encontro de muitos estudos (para outras línguas) consultados na revisão bibliográfica realizada, tendo-se verificado uma relação entre a severidade da disartria e as alterações de fala verificadas. Será importante, para estudos futuros, aumentar o número e a variabilidade de pacientes a analisar. ABSTRACT: Objective / theme: Traumatic brain injuries are one of the causes of changes in speech. They can cause various types of problems, among which are the motor disorders of speech. Within these we have dysarthria, defined as a verbal expression disorder caused by change on the control of the mechanisms of speech, particularly the phono-articulation organs. Method: Acoustic analysis of various parameters (speaking rate, articulation rate, speed reading, diadochokinesis and VOT) of productions of one male and one female patients with dysarthria due to traumatic brain injury. Results: The main result was the slower speech for both subjects, reflected on the alterations of several measured parameters, with the exception of speaking and articulation rates to the male subject. These parameters for the male subject, at the final stage of treatment, were close to normal. A relation between the severity of dysarthria and changes of recorded speech was found. Discussion: The results of this study are in agreement to the results reported for other languages. The use of only two subjects prevents generalization of the results, increasing the number and variety of patients should be a priority in future studies.
description: Mestrado em Ciências da Fala e da Audição
URI: http://hdl.handle.net/10773/1983
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
DLC - Dissertações de mestrado
DETI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000551.pdf478.15 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2