DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Teses de doutoramento >
 Gestão empreendedora : um factor de vantagem competitiva sustentável à inovação contínua nas organizações de aprendizagem numa economia do conhecimento
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1840

title: Gestão empreendedora : um factor de vantagem competitiva sustentável à inovação contínua nas organizações de aprendizagem numa economia do conhecimento
authors: Junior, Joaquim Felício
advisors: Gouveia, Joaquim José Borges
keywords: Gestão industrial
Aprendizagem organizacional
Gestão do conhecimento
Empreendedorismo
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O século XXI teve início dentro da chamada Sociedade do Conhecimento, refletindo as mudanças estruturais da economia global das últimas décadas. Nesse novo contexto, o recurso conhecimento impõe-se como de fundamental importância para a otimização dos resultados das organizações, tornando-as mais eficientes para atingir seus objetivos. As organizações, além de aumentar seus investimentos em qualificação profissional, treinamento, gestão, marketing, informática, inovação, desenvolvimento e investigação precisam implementar práticas gerenciais modernas e indutoras de ambientes organizacionais voltados para a inovação de processos e produtos, evidenciando a capacidade criadora, a flexibilidade e a autonomia. Para isso, deverão estar constantemente preocupadas com a sua capacidade plena de atrair e reter pessoas qualificadas e dotadas de conhecimentos, das quais depende seu desempenho. No mundo moderno das organizações, independentemente do setor em que elas atuam, o ser humano caminha para deixar de ver a organização em que trabalha como um mecanismo em que ele é apenas uma peça. A organização, por sua vez, passará a tratá-lo como indivíduo cujas potencialidades precisam ser descobertas. Na verdade, encontra-se hoje uma maior preocupação de empreendedores e dirigentes organizacionais em compreender e incrementar a capacidade de aprendizagem de suas organizações. As organizações são lugares onde se ensina e se aprende continuamente, e esse processo de compartilhamento deve sempre envolver todos os membros que as compõem. O compartilhamento do conhecimento está se tornando parte essencial da Gestão do Conhecimento. O presente trabalho se propõe a desenvolver um modelo para implantar um programa de Gestão do Conhecimento para uma organização de aprendizagem empreendedora, buscando preservar o conhecimento e integrando informações nas organizações. O modelo conceitual proposto no trabalho objetiva explicitar a forma pela qual se deve a Gestão do Conhecimento, com o fim de propor formas para identificar processos críticos de negócio, adquirir o conhecimento de especialistas e disponibilizar e disseminar o conteúdo do conhecimento adquirido. Ele aborda princípios e fundamentos da Aprendizagem Organizacional, da inovação e do Empreendedorismo e une conceitos de Gestão do Conhecimento, engenharia do conhecimento, modelagem de processos para aquisição do conhecimento e matriz de decisão para identificar processos críticos. Para aquisição de informações e conhecimento utilizou-se a metodologia de análise, modelagem e redesenho de processos. Em relação a demonstração de condições de aplicabilidade, foram citados exemplos que possuem uma considerável convergência com o modelo que aqui se propôs, tendo em vista que tratam de modo similar a aplicação do programa de Gestão do Conhecimento. Neste particular, todavia, alguns diferenciais merecem destaque. Esses diferenciais devem-se ao fato de que o modelo proposto contempla a combinação entre Gestão do Conhecimento, Aprendizagem Organizacional, inovação e Empreendedorismo, visando possibilitar um novo potencial competitivo para as organizações que decidam por sua implantação.

The XXI century has emerged within the so-called Knowledge Society, a society which reflects the structural changes of the global economy during the past decades. Within this new context, the knowledge factor is of fundamental importance to the outcome optimisation of organizations, making them more efficient in achiving their objectives. Beyond increasing their investments in professional training, management, marketing, informatics, innovation, development and research, organizations also need to implement modern managerial practices, which are able to produce organizational environments devoted to process and product innovation, able to bring forward the creative capacity, the flexibility and a certain degree of autonomy. In order to do so, organizations should always worry about their capacity of attracting and retaining knowledgeable and qualified human resources, from which their own performance depends upon. In the modern organizational world, no matter the area where a certain organization performs, people tend to stop seeing their workplace as just a sort of mechanism in which they represent only a single independent piece. Organizations have started treating individuals as someone whose potential needs to be exploited. Nowadays it is of increasing concern, on the side of entrepreneurs and organizational leaders, the capacity to fully grasp and add value to the learning capacity of their organizations. Organizations are places of continuous learning and of continuous education and this sharing process should involve every member that is part of it. Sharing of knowledge is becoming an essential part of Knowledge Management. This work introduces a model that shows how to implement a knowledge management program where a learning organization, that is also an entrepreneur, seeks the preservation of knowledge and the integration of an information flow in organizations. The conceptual model presented within in this work intends to shed light on aspects of knowledge management. It identifies critical business processes, explains how the acquisition of knowledge from specialists takes place and explores how to make content available and, finally, how to disseminate it. This work is based on the principles and fundamentals of organizational learning, innovation and entrepreneurship. It unites concepts coming from various fields of study such as knowledge management, knowledge engineering, process modelling that encompasses the acquisition of knowledge and uses decision arrays to identify critical processes. For the acquisition of informations and knowledge I have used the methodology of analysis, modelling and redesign of processes. Regarding its practical application, I have cited a series of examples that converge towards the model I proposed because they have applied the knowledge management programme in a very similar way. Some distinguishing features of the model I present should, however, be underlined. The main differences lie on the fact that my model combines knowledge management, organizational learning, innovation and entrepreneurship so as to improve the competitive potential for the organizations that decide to implement it.
description: Doutoramento em Gestão Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10773/1840
appears in collectionsDEGEI - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2007000103.pdf2.71 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2