DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 Modelo de gestão em rede para áreas protegidas : o caso do PNMFT - Brasil
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1661

title: Modelo de gestão em rede para áreas protegidas : o caso do PNMFT - Brasil
authors: Estima, Deborah da Cunha
advisors: Costa, Carlos
Silva, Vanice Santiago Fragoso
keywords: Gestão do ambiente
Protecção ambiental
Áreas protegidas
Desenvolvimento regional
Reservas naturais
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A criação de áreas naturais protegidas vem aumentando em todo o mundo, mas os modelos de gestão utilizados muitas vezes não viabilizam a sua efectividade. Neste cenário, os problemas enfrentados para criar e gerir estas áreas dentro dos parâmetros da sustentabilidade, são um grande desafio, principalmente pelos conflitos existentes. Segundo as deliberações legais, a participação das comunidades locais, tem que ser assegurada nos processos de criação e gestão destes espaços protegidos, o que ainda não é uma realidade. Tendo em vista as vantagens que os modelos de gestão baseados em redes podem trazer a estas áreas, a presente investigação procura analisar o modelo de gestão do Parque Natural Municipal do Forte de Tamandaré – Brasil. Para isso serão analisados os conflitos existentes entre os actores envolvidos na gestão, e as relações estabelecidas entre eles, acreditando que a eficiência e eficácia do parque dependem do modelo de gestão, do tipo de estrutura organizacional e das formas de conduzir os conflitos. Face a fragilidade e ineficiências desta área, a presente investigação procura mostrar que o modelo baseado em redes pode funcionar como elemento mediador dos conflitos, garantindo uma gestão participativa e democrática.

The creation of protected natural areas has been increasing all over the world, but the management models that are normally used aren’t effective. Therefore, due to the problems and the existing conflicts, creating and managing these areas within the parameters of sustainability becomes a difficult challenge. According to the legal deliberations, the participation of local communities in the process of creation and management of this protected areas had to be ensured, and this isn’t reality yet. Taking into consideration the advantages that the models of management based networks can bring to this areas, this research tries to analyze the management of the Natural Park “Forte de Tamandaré” – Brazil. To do this we must analyze the existing conflicts among actors involved in the management, and their relationships, believing that the efficiency and effectiveness depend on the park’s management model, the kind of organizational structure and the ways of conducting conflicts. Given the weakness and inefficiency of this area, this research attempts to show that the model based on networks can function as a conflict mediator, ensuring a democratic and pro-active management.
description: Mestrado em Gestão e Desenvolvimento em Turismo
URI: http://hdl.handle.net/10773/1661
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009001027.pdf12.56 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2