DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 Empresas de I&D : centralidade do conhecimento e práticas de cooperação
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1576

title: Empresas de I&D : centralidade do conhecimento e práticas de cooperação
authors: Resende, Cláudio Sérgio Aires
advisors: Alves, Jorge de Carvalho
keywords: Gestão industrial
Gestão do conhecimento
Propriedade intelectual
Investigação e desenvolvimento
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: No contexto competitivo actual, caracterizado pelo recurso crescente ao conhecimento como alavanca para a competitividade, os recursos intangíveis assumem uma importância inquestionável para os indivíduos, para as organizações e até para os países. Por essa razão analisar e compreender as empresas que se dedicam à criação e transacção de conhecimento tornou-se uma prioridade. Entre as organizações de conhecimento intensivo, as empresas privadas de investigação e desenvolvimento constituem um nicho que se dedica à criação de conhecimento através da realização de actividades de i&d. Esta dissertação conduziu à contextualização da emergência e envolvente destas empresas, tentando compreender a partir de que contextos floresceram, como se caracterizam e quais os elementos centrais que sustentam a sua sobrevivência. Os resultados demonstram que o crescimento positivo do investimento público e privado em i&d, bem como a crescente adopção de novas práticas de gestão da i&d nas organizações, baseadas na internacionalização, outsourcing e estabelecimento de parcerias de desenvolvimento, assumem um papel chave na expansão destas empresas. Neste mercado emergente de conhecimento, as empresas privadas de investigação e desenvolvimento sustentam a sua actividade e sobrevivência em duas estratégias fundamentais: criação, protecção e transacção dos seus produtos baseados em conhecimento no mercado e na valorização do seu capital intelectual e dos seus direitos de propriedade intelectual, engajando-os na atracção de investimento externo e no estabelecimento de parcerias de codesenvolvimento. A prova empírica deste trabalho baseia-se num caso de estudo desenvolvido junto de uma empresa privada de investigação e desenvolvimento do sector da biotecnologia. O caso torna claro que o capital intelectual e os direitos de propriedade intelectual são elementos centrais na nos processos de criação e extracção de valor do conhecimento da empresa. O capital e os direitos de propriedade intelectual adquiridos garantem a valorização da empresa junto dos clientes, investidores e parceiros antes mesmo desta adquirir proveitos a partir da transacção do conhecimento entretanto criado. ABSTRACT: In the present competitive environment, characterized by a growing impact of knowledge in competitivity, intangible resources are becoming essential to individuals, to organizations, and even to countries. Therefore, analysing and comprehending knowledge creation and transaction based companies became a priority. Within knowledge intensive organizations, private r&d enterprises are in a niche dedicated to knowledge creation through r&d activities. This thesis places into context the emergence of these companies and their environment, and contributes to a better understanding of their growth, of their main characteristics and of the core elements that ground their survival. The results show that the growth of private and public investment in r&d, as well as the adoption of new r&d management practices in organizations, based on internationalization, outsourcing and development of partnerships, assumes a key role on the expansion of these enterprises. In the emerging knowledge market, private r&d enterprises support their activity and survival on two basic strategies: creation, protection and transaction of their knowledge based products and exploitation of their intellectual capital and property rights, through external investment attraction and establishment of codevelopment partnerships. The empirical component of this thesis is based on a case study of a private r&d biotechnology enterprise. The case shows that intellectual capital and intellectual property rights are core elements in the company’s knowledge creation and value extraction processes. The intellectual capital and intellectual property rights ensure that the enterprise is valued by customers, investors and partners even before the company gets income from direct knowledge transactions.
description: Mestrado em Gestão da inovação e do conhecimento
URI: http://hdl.handle.net/10773/1576
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2008001700.pdf781.34 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2