DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 O conservadorismo contabilístico: evidências nas empresas cotadas no mercado de capitais português
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1562

title: O conservadorismo contabilístico: evidências nas empresas cotadas no mercado de capitais português
authors: Santos, Carla Sofia dos
advisors: Pinho, Carlos
keywords: Gestão contabilística
Empresas comerciais
Demonstrações financeiras
Informação financeira
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A presente dissertação tem como objectivo principal aferir empiricamente a presença de conservadorismo condicional, ou seja, assimetria no reconhecimento dos ganhos ou boas notícias e perdas ou más notícias no resultado líquido e evidenciar a relação negativa do conservadorismo condicional com o rácio market-to-book. Os contabilistas tendencialmente reconhecem as perdas económicas ou más notícias imediatamente ao seu conhecimento, independentemente da sua realização Basu (1997). Este conceito está presente nas normas contabilísticas Portuguesas através do princípio contabilístico da prudência. Adicionalmente foi efectuada uma explanação do conceito de earnings management, conceito que no meio académico se confunde muitas vezes com conservadorismo e que tem encetado diversos estudos na tentativa de delinear a fronteira entre as duas temáticas. Foi seleccionada uma amostra de empresas não financeiras cotadas na Euronext Lisboa no período de 2003-2008. Os resultados empíricos confirmam, com reduzida significância a presença de conservadorismo na forma condicional nos resultados contabilísticos das empresas da amostra. Os resultados obtidos da relação entre o conservadorismo e o rácio market-tobook são contraditórios aos anteriores estudos, observa-se uma relação positiva, ou seja, a presença de conservadorismo condicional com elevada significância para o grupo de empresa que apresentam o rácio market-to-book superior a 1. ABSTRACT: This dissertation main goal is to, empirically, measure the presence of conditional conservatism, or asymmetry, in the recognition of gains / losses and good / bad news on the net income and shows the negative relationship in between conservatism conditional and the ratio market-to-book. Accountants tend to recognize the economic losses or bad news immediately on their knowledge regardless their performance – Basu (1997). This concept is present in the Portuguese accounting standards through the accounting principle of prudence. In addition we made an explanation on the earnings management concept, which is often mistaken with conservatism and has inclusively caused several studies in order to attempt to clearly identify the differences in between them. We selected a sample of non-financial firms, exchanged on the Lisbon stock market, over the period 2003-2008. Empirically results shows, with low significance, presence of conditional conservatism on the sample firm’s earnings. The results obtained from the relationship between conditional conservatism and market-to-book ratio we got contradictory from previous studies. We noticed a positive relationship, ie, the presence of conservatism conditional with a high significance on companies with market-to-book ratio over 1.
description: Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10773/1562
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2010000660.pdf812.72 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2