DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Teses de doutoramento >
 Questões dos alunos e estilos de aprendizagem : um estudo com um público de ciências no ensino universitário
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1461

title: Questões dos alunos e estilos de aprendizagem : um estudo com um público de ciências no ensino universitário
authors: Almeida, Patrícia Glória Soares de Albergaria de
advisors: Pedrosa, Helena
keywords: Didáctica
Didáctica das ciências
Métodos pedagógicos
Participação dos alunos
Ensino superior
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Este trabalho visou contribuir para o desenvolvimento de modelos pedagógicos que estimulem os alunos do primeiro ano universitário a ser participantes activos no processo educativo, e os professores a agirem como promotores de estratégias de ensino inovadoras. Assim, este estudo insere-se num programa de investigação concebido com o objectivo de dar resposta às mudanças necessárias associadas à implementação do Processo de Bolonha em Portugal. Tendo em conta este contexto, o estudo presente, realizado com alunos do primeiro ano de várias licenciaturas em Ciências e Engenharias, a frequentar as disciplinas de Química I, Química Básica e Química II, na Universidade de Aveiro, nos anos lectivos de 2001 a 2004, procurou identificar e caracterizar tanto as questões formuladas por estes alunos como os seus estilos de aprendizagem. Procurou-se, ainda, relacionar as questões formuladas pelos alunos, em contextos diversificados, com os seus estilos de aprendizagem (Kolb, 1984), com vista à optimização dos processos de ensino e de aprendizagem. A metodologia de investigação utilizada foi de natureza qualitativa do tipo naturalista-etnográfica. Foram concebidas e implementadas diversas estratégias de ensino, ao longo dos três anos lectivos (2001 a 2004) em que decorreu o estudo empírico, que foram sendo aperfeiçoadas após análise crítica efectuada no final de cada semestre. Foram, ainda, recolhidas todas as questões orais e escritas dos alunos, formuladas em contextos diversificados, e identificados os seus estilos e abordagens de aprendizagem, através de um questionário (Kolb,1999) e entrevistas semi-estruturadas. Foram, também, realizadas gravações em áudio e vídeo, em diversos contextos da recolha de dados. No último semestre em que o estudo foi realizado (ano lectivo 2003- 2004) foram ainda tentados novos processos de avaliação compatíveis com as estratégias de ensino desenvolvidas. Os resultados revelam a existência de relações entre o desenvolvimento dos estilos de aprendizagem definidos por Kolb, as abordagens de aprendizagem e o nível cognitivo das questões formuladas pelos alunos. As questões dos alunos mostraram representar, assim, uma ferramenta que permite estabelecer uma relação entre as abordagens à aprendizagem e a teoria da aprendizagem experiencial, que representam duas dimensões dos estilos de aprendizagem com bases teóricas diferentes. Os resultados também confirmam que é possível criar um ambiente propício ao questionamento dos alunos, em que as diferentes características dos estilos de aprendizagem destes podem ser contempladas para o design de diferentes estratégias de ensino. Os resultados obtidos permitem-nos ainda afirmar que é possível desenvolver métodos de avaliação compatíveis com as estratégias de aprendizagem implementadas. A revisão da literatura, feita ao longo de todo o estudo, permite-nos concluir que a investigação presente representa um contributo para o estabelecimento de relações, baseadas em dados empíricos, entre os estilos de aprendizagem e as questões formuladas pelos alunos. ABSTRACT: This work aimed at contributing for the development of pedagogical models that stimulate university first year chemistry students to be active participants in their education process and teachers to act as promoters of innovative teaching strategies. Such work is part of a research program designed to respond to the changing needs associated with the implementation of the Bologna Process in Portugal. The present study was developed with Science and Engineering Chemistry undergraduates, at the University of Aveiro, in Portugal, during the academic years from 2001 to 2004, the main aim being to identify and characterize the students’ questions as well as their learning styles. The students’ questions were collected in different teaching contexts, analysed and related to their learning styles (Kolb, 1984), in order that the teaching and learning processes could be optimized. A qualitative research methodology of the naturalist-ethnographic type was used. Several teaching strategies were designed and implemented, along three academic years (2001 to 2004). These strategies were modified when justified, after critical analysis at the end of each semester. Students’ oral and written questions, raised in different contexts, were collected, and students’ learning styles and approaches to learning were identified through an inventory (Kolb, 1999) and semi-structured interviews. Audio and video recordings were also used in diverse contexts of data collection. During the last semester (academic year 2003-2004) of the field work, new assessment processes compatible with the teaching strategies developed were tested. The findings suggest a relation between learning styles defined by Kolb, approaches to learning and the cognitive level of students’ questions. Thus, students’ questions represent a tool that allows establishing a relation between approaches to learning and the theory of experiential learning, that represent two dimensions of learning styles with different theoretical backgrounds. The results also confirm that it is possible to create an environment that favours students’ questioning, where the different characteristics of students’ learning styles of students can be considered to the design of different teaching strategies. The literature revision made through the whole period of work allows us to say that this study represents a novel contribution for the establishment of interesting relationships between learning styles and students’ questions, based in empirical data.
description: Doutoramento em Didáctica
URI: http://hdl.handle.net/10773/1461
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2007001031.pdf7.61 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2