DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Efeitos dos fogos florestais repetidos na exportação de nutrientes
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/14208

title: Efeitos dos fogos florestais repetidos na exportação de nutrientes
authors: Varandas, Daniela Almeida
advisors: Coelho, Celeste
Keizer, Jan Jacob
keywords: Engenharia do ambiente
Incêndios florestais
Solos - Nutrientes
issue date: 2014
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Num período de 9 meses após o incêndio que deflagrou no verão de 2012, foi estudada a mobilização de nutrientes nas suas formas totais (azoto total e fósforo total) por escorrência. O estudo foi feito à escala de microparcela numa área pertencente ao concelho de Viseu, que foi escolhida por ter sofrido incêndios não só em 2012 mas também em 1978, 1985, 2005. Na área de estudo a vegetação dominante é pinhal (Pinus pinaster), com Pterospartum tridentatum como elemento predominante na camada arbustiva. O desenho experimental na área de estudo baseou-se na escolha de 6 encostas, onde 3 sofreram quatro incêndios e 3 encostas que apenas sofreram um incêndio num período de 30 anos. Em seguida foram instaladas 6 microparcelas emparelhadas duas a duas ao longo de cada encosta, topo, meio e base. Durante o período de estudo foram recolhidas 522 amostras de escorrência. As concentrações totais de azoto (N) e fósforo (P) destas amostras foram determinadas por um método colorimétrico integrado num sistema por injeção em fluxo. Os resultados mostraram que é na área queimada quatro vezes onde as perdas de azoto total (NT) e fósforo total (PT) foram maiores, em comparação com a área queimada uma vez. No caso do NT as perdas totais encontradas nas amostras de escorrência foram de 14,2 g/m2 vs 1,9 g/m2 no total do período de estudo, enquanto que para o PT as perdas totais 2,1 vs 0,5 g/m2.

Total nutrient mobilization by runoff (total nitrogen and total phosphorus) was studied for 9 months after a summer forest fire in 2012. The study was settled at a scale of microplot. The studied area (Viseu municipality) was chosen due to the exposure to repeated forest fires also in 1978, 1985, 2005. The dominant vegetation was Pinus pinaster and Pterospartum tridentatum as the predominant element in the shrub layer. The experimental area design was based on the choice of 6 slopes: 3 experienced four fires and 3 experienced only one fire over a period of 30 years. Six paired microplots were installed along each side of the slope, its top, middle and base. During the experience period 522 runoff samples were collected. Total nitrogen and total phosphorus concentration were determined by a colorimetric method integrated into a flow injection system. The results revealed that four times burned area presented higher total nitrogen (TN) and total phosphorus (TP) losses than 1 time burned area. The total runoff losses found were 14,2 g/m2 vs 1,9 g/m2 for NT and 2,1 vs 0,5 g/m2 for PT.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/14208
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
Tese.pdf1.09 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2