DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 A fome no mundo : uma proposta didáctica para o 1º CEB
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1407

title: A fome no mundo : uma proposta didáctica para o 1º CEB
authors: Marques, Vera Mónica Vieira
advisors: Paixão, Maria de Fátima Carmona Simões
keywords: Educação em ciências
Desenvolvimento sustentável
Fome
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Os avanços científico-tecnológicos têm prestado indiscutíveis contribuições ao bem-estar do ser humano, mas têm também possibilitado um crescimento económico desenfreado, que tem acarretado alguns prejuízos, como a degradação ambiental e o aumento das desigualdades socais. A comunidade internacional tem vindo a consciencializar-se desta situação e tem procurado chegar a acordos e definir objectivos com o intuito de alcançar um tipo de desenvolvimento onde economia, ambiente e bem-estar social apareçam interligados: o desenvolvimento sustentável. Apenas este poderá, de facto, proporcionar uma gestão e uma distribuição mais equilibrada dos recursos do planeta. Neste sentido, a Educação para o Desenvolvimento Sustentável, que precisa da participação de todos os educadores, tem como intuito a formação de cidadãos conscientes dos problemas/desafios que se colocam à humanidade e capazes de intervir positivamente na resolução dos mesmos. Ora, grande parte desses problemas/desafios envolvem a ciência e a tecnologia, quer para a sua compreensão quer para a elaboração de possíveis soluções. Assim sendo, múltiplos autores têm defendido que a Educação em Ciências deixe de se centrar na exposição e memorização de conceitos e teorias, muitas vezes vazios de sentido para os alunos; em vez disso, a aprendizagem dos conceitos e processos científicos deve surgir como uma necessidade sentida para compreender e encontrar respostas para problemáticas actuais, de cariz CTS, isto é, relacionadas com as implicações sociais e ambientais do progresso da ciência e dos seus artefactos tecnológicos. Só assim se poderá, efectivamente, formar cidadãos alfabetizados cientificamente, mais críticos, responsáveis e comprometidos com o mundo e seus problemas. As orientações da perspectiva de Ensino por Pesquisa relacionam-se profundamente com essas finalidades actuais da Educação em Ciências. A fome no mundo é a problemática abordada neste trabalho de investigação. Num mundo que produz alimentos que dariam para atender a uma população bem maior, mais de 850 milhões de pessoas carecem de uma alimentação suficiente para satisfazer as suas necessidades nutritivas básicas. Em todos os países há pessoas privadas desse direito elementar, mas é principalmente em África, na Ásia e na América do Sul que o flagelo da fome assume proporções verdadeiramente preocupantes. Os países pobres dessas regiões enfrentam problemas complexos, muitos deles causados pelo sistema económico e político mundial que privilegia permanentemente os mais ricos em detrimento dos mais carenciados. Todavia, são várias as possíveis soluções que têm sido apontadas para combater a fome no mundo: tornar o sistema de comércio internacional mais justo, o aumento da produtividade dos agricultores pobres através de uma agricultura sustentável, investir na investigação agrícola e no desenvolvimento de melhores tecnologias e infraestruturas, o alívio da dívida externa, tratar do aquecimento global, tornar a alimentação (ocidental) mais saudável e sustentável, ajudar as pessoas a saírem da pobreza, promover uma governação democrática sã, a paz, prover os pobres com acesso seguro à terra, a Ajuda Pública ao Desenvolvimento, a ajuda alimentar em situações de emergência. Os transgénicos têm também sido mencionados, por alguns, como uma possível solução para o flagelo da fome mundial, mas a sua aplicação está rodeada de uma ampla polémica, já que as eventuais vantagens dos mesmos contrastam com os potenciais riscos. Efectivamente, a problemática da fome é de tal forma complexa que exige a participação e a articulação de diversas áreas do saber na procura de compreensão e de propostas de resolução para a mesma, como: a ciência e a tecnologia, a sociologia, a economia, a política, a educação, a ética, a saúde. Dado que a questão de investigação se baseava em saber como poderia ser explorada a fome no mundo com alunos dos últimos anos de escolaridade do 1º CEB, de forma a sensibilizá-los para esta problemática, começámos por identificar os seus saberes prévios, para depois concebermos, implementarmos e avaliarmos uma Proposta Didáctica sobre a problemática em causa. Assim sendo, foi-nos possível constatar que a grande maioria dos alunos identificava que em África existem muitas pessoas famintas e pouco mais de metade reconhecia que na Europa e na América do Norte existe abundância de alimentos para a generalidade das suas populações; em relação à América do Sul, à Ásia e à Oceânia, verificámos um desconhecimento generalizado no que diz respeito à quantidade de alimentos a que as populações dessas regiões têm acesso. Relativamente às medidas a adoptar para que todas as pessoas no mundo tenham alimentos suficientes, as propostas dos alunos passavam, essencialmente, por dar alimentos aos mais pobres/que têm fome. A Proposta Didáctica concebida teve em conta as orientações da perspectiva de Ensino por Pesquisa e as onze Actividades que a compõem atravessam várias competências específicas das diversas áreas disciplinares do Currículo Nacional do Ensino Básico; foi implementada numa turma do 4º ano através do Projecto “O fim da fome no mundo: Vamos alimentar este objectivo!”. Os dados obtidos a partir dos questionários finais aos alunos e à professora da turma, das reflexões feitas com a mesma, bem como das nossas próprias observações aquando da implementação, permitiram-nos inferir que os alunos: ficaram sensibilizados para a problemática, reconheceram a importância de esta ser tratada na escola, gostaram muito de trabalhar o Projecto e, através deste, desenvolveram conhecimentos, capacidades, atitudes e valores definidos inicialmente. A professora da turma, por sua vez, sublinhou que as Actividades apresentam bastante qualidade e pertinência, defendendo a sua divulgação pelas escolas. De facto, desejamos que a Proposta Didáctica chegue a outros educadores e os auxilie nesta complexa mas profundamente urgente e apaixonante missão de educar para a sustentabilidade… ABSTRACT: The scientific-technological advances have made indisputable contributions to the welfare of human beings, but have also enabled an unbridled economic growth, which has caused some damage, such as environmental degradation and increasing social inequality. The international community has been aware of this situation and it has sought to reach agreements and set targets in order to achieve a kind of development where economic, environmental and social welfare appear interrelated: sustainable development. Only this can in fact provide a management and a more balanced distribution of resources of the planet. Accordingly, the Education for Sustainable Development, which needs the involvement of all educators, has as objective the training of conscientious citizens who are aware of the problems/challenges facing humanity, and who are able to intervene positively in resolving them. In fact, most of these problems/challenges involve science and technology, for their understanding and for the development of possible solutions. Thus, many authors have argued that Science Education should no longer focus on exposure and memorization of concepts and theories, often empty in meaning for students; instead, learning the scientific concepts and processes should emerge as a necessity perceived to understand and find answers to current problems, based on STS, that is, related to social and environmental implications of the progress of science and their technological artefacts. Only then can we breed scientifically literate citizens who are more critical, responsible and committed to the world and its problems. The guidelines on the perspective of Education by Research (Ensino por Pesquisa) are deeply connected to these current purposes in Science Education. World hunger is the issue addressed in this research work. In a world that produces enough food to meet a much higher population, more than 850 million people lack a sufficient supply to meet their basic nutritional needs. In all countries there are people deprived of such a basic right, but it is mainly in Africa, Asia and South America where the scourge of hunger reaches truly alarming proportions. Poor countries in these regions face complex problems, many caused by the global economic and political system that favours the rich always at the expense of the needy. However, several possible solutions have been suggested to combat hunger in the world: by making the international trade system fairer, increasing the productivity of poor farmers through sustainable agriculture, investing in agricultural research and development of improved technologies and infrastructure, alleviating external debt, dealing with global warming, making western food healthier and sustainable, helping people out of poverty, promoting a healthy democratic governance, establishing peace, providing the poor with secure access to land, providing Official Development Assistance and improving food aid in emergency situations. Transgenics have also been mentioned by some as a possible solution to the scourge of world hunger, but their implementation is surrounded by a wide controversy, since the possible benefits of such contrast with the potential risks. Indeed, the problem of hunger is so complex that it requires the participation and coordination of various areas of knowledge in the search for understanding and its resolution such as: science and technology, sociology, economics, politics, education, ethics and health. Since the issue of research was based on how world hunger could be explored with students in their 3rd and 4th years at school, in order to sensitize them to this problem, we started by identifying their prior knowledge in order to conceive, implement and evaluate a Didactic Proposal on the issue in question. Thus, we have been able to see that the vast majority of students identified that in Africa there are many hungry people and just over half acknowledged that in Europe and North America there is plenty of food for the majority of their populations; and in relation to South America, Asia and Oceania, we noted a widespread ignorance regarding the amount of food that the people of these regions have access to. As for the measures to be taken to ensure that all people have enough food in the world, the proposals of the students were, essentially, to give food to the poor/those who are hungry. The conceived Didactic Proposal took into account the guidance from the perspective of Education by Research and the eleven Activities that comprise the Didactic Proposal cover several specific skills of the various disciplines of the Portuguese National Curriculum for Compulsory Teaching; it was implemented in a class of 4th grade through the Project “The end of hunger in the world: Let’s feed this objective!”. The data obtained from the final questionnaires made to students and the class teacher, the reflections made with the teacher, as well as our own observations during the implementation, allowed us to infer that students: became aware of the issue, acknowledged the importance of it being dealt with at school, they loved working on the Project and through it they developed knowledge, skills, attitudes and values defined initially. The class teacher, in turn, stressed that the Activities are of high quality and relevance, supporting its dissemination by schools. In fact, we hope that the Didactic Proposal reaches other educators and helps in this complex but deeply urgent and passionate mission of educating for sustainability...
description: Mestrado em Educação em Ciências no 1º Ciclo do Ensino Básico
URI: http://hdl.handle.net/10773/1407
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2010000382.pdf44.27 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2