DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Pensamento crítico : articulação entre educação não-formal e formal em Ciências
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1305

title: Pensamento crítico : articulação entre educação não-formal e formal em Ciências
authors: Costa, Ana Sofia Gonçalves
advisors: Vieira, Rui Marques
keywords: Ensino das ciências
Educação formal
Educação informal
Pensamento crítico
Desenvolvimento de competências
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Atendendo que a promoção do Pensamento Crítico é indispensável, entre outros, para a resolução de problemas da vida quotidiana, numa sociedade democrática e, por outro, o Jardim da Ciência da Universidade de Aveiro é um contexto de educação não-formal destinado a crianças dos 5 aos 12 anos, este estudo tem como finalidade verificar se os recursos didácticos desenvolvidos no contexto desta investigação para a educação em Ciências no 1.º ciclo do ensino básico, articulando o ensino formal com o não-formal, promovem capacidades de pensamento crítico nos alunos. Trata-se de uma investigação quasi-experimental (Pré-teste/Pós-teste – Grupo Controlo/ Grupo Experimental), com uma amostra de alunos do 4.º ano de escolaridade, de quatro escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico, num total de 5 docentes envolvidos. O grupo experimental (n=44) foi sujeito à implementação dos recursos didácticos desenvolvidos neste estudo, os quais pretendem apelar intencionalmente conhecimentos sobre “Luz” e a Capacidades de Pensamento Crítico, tendo como base a taxonomia de Ennis. Com igual durabilidade, para o grupo de controlo (n=33), foram desenvolvidos recursos didácticos, a partir de actividades sobre a mesma temática, recolhidos junto de vários professores e de manuais escolares, mas sem relevância quanto à variável dependente, o Pensamento Crítico. Utilizou-se o Teste de Pensamento Crítico - Cornell (Nível X) para medir o nível e os aspectos do Pensamento Crítico da amostra deste estudo, antes e após a intervenção. Os recursos didácticos, desenvolvidos a partir da taxonomia de Ennis (1985ª, 1985b, 1987), promovem capacidades de Pensamento Crítico nos alunos, uma vez que os resultados obtidos apresentam diferenças estatisticamente significativas entre o grupo de controlo e o grupo experimental no nível e em todos os aspectos do Pensamento Crítico. Verificaram-se, ainda, para o grupo experimental, ganhos estatisticamente significativos do pré-teste para o pósteste, no nível e nos aspectos do Pensamento Crítico. Para o grupo de controlo, não se verificaram quaisquer ganhos estatisticamente significativos. Os recursos didácticos desenvolvidos neste estudo afiguram-se como um contributo para se articular a Educação Formal em Ciências no 1.º Ciclo do Ensino Básico com a Educação Não-formal, neste caso o “Jardim da Ciência” da Universidade de Aveiro. ABSTRACT: Considering that Critical Thinking may be a keystone in dealing with daily problems witch may occur in a democratic society and that the “Science Garden” of Aveiro University is a non-formal education context for children between 5 and 12 years old, the main purpose of the study in Sciences on the Primary school was to evaluate if the didactic resources, which were developed during this research and combined both formal and non-formal teaching, help to promote pupils’ Critical Thinking abilities. This quasi-experimental study (Pre-test / Post-test - Control Group / Experimental Group) that were carried out involved a sample of 4th grade pupils, from four different primary schools, involving 5 teachers. The experimental group (n=44) explored the didactical resourses developed in this study, which attempted to appeal intentionally for knowledge about “Light” and for Critical Thinking abilities, based on Ennis’s Taxonomy (of critical thinking). With equal durability, the Control Group (n=33) explored other didactical resources about the same theme (Light),which activities were collected from several teachers and textbooks, but without relevance with regard to the dependent variable is concerned, the Critical Thinking. To measure Critical Thinking level and aspects of the sample of this study, before and after the intervention, Critical Thinking - Cornell (Level X) was used. The results showed that the developed didactic resources, based on Ennis’s Taxonomy (1985a, 1985b, 1987), promoted Critical Thinking abilities among pupils, as the differences between the Control Group and Experimental Group were statistically significant in level and all aspects of Critical Thinking. The evidence suggested that the profits among the Experimental Group since the pre-test to the post-test were statistically significant also in level and all aspects of Critical Thinking. On the other hand, there was no evidence of statistically significant profits among the Control Group. The results indicate that the didactic recourses developed during this study can be used as a tool to combine Formal Education in Sciences on the Primary School with Non-formal Education, which “Science Garden” from Aveiro University is a clear example.
description: Mestrado em Educação em Ciências no 1º Ciclo do Ensino Básico
URI: http://hdl.handle.net/10773/1305
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2008000405.pdf4.09 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2