DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Avaliação do impacte de cursos de mestrado nos professores-mestres : o desenvolvimento do pedagogical content knowledge de professores de ciências físico-quimicas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1279

title: Avaliação do impacte de cursos de mestrado nos professores-mestres : o desenvolvimento do pedagogical content knowledge de professores de ciências físico-quimicas
authors: Cruz, Eliane de Souza
advisors: Costa, Nilza Maria Vilhena Nunes da
keywords: Formação de professores
Professores de ciências
Cursos de pós-graduação
Didáctica das ciências
Prática pedagógica
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Estudos que envolvem a Avaliação de algumas dimensões de Cursos de Mestrado (CM) na área da Formação de Professores (Cunha, 2001, Costa et al., 2002) apontam cada vez mais para a necessidade de compreender e intervir para potenciar o impacte dos cursos nos formandos. Estes estudos justificam-se por diversas ordens de razão: (i) educacionais, pelas sugestões/implicações às Instituições de Formação, possibilitando a melhoria da Qualidade da Formação Pós-Graduada (cursos, currículos, disciplinas, formandos, coordenadores, orientadores e formadores envolvidos) e ao Ensino das Ciências em geral (Comunidade e Políticas Educativas, escolas e professores de Ciências em geral); (ii) investigacionais, relacionadas com a melhoria do próprio processo investigativo (Instituições, projectos e investigadores), mais especificamente da Investigação em Didáctica das Ciências (IDC) e, também, (iii) económicas, quer pelo Investimento já feito ao nível da Investigação Educacional e da Formação quer pelo que ainda se justifica fazer para a melhoria da Qualidade da Educação. O nosso problema de investigação surgiu pela necessidade de comensurar o impacte dos CM nos Professores-Mestres (PM) de Ciências Físico-Químicas, considerando o maior número possível de factores e variáveis que possam influenciar a articulação da tríade Formação, Investigação e Práticas. O mecanismo de medição do impacte encontrado centra-se no conceito de Pedagogical Content Knowledge (PCK), visto ser o conhecimento do professor que tem maior impacte nas acções da sala de aula (Gess-Newsome & Lederman, 1999). A concepção do conceito adoptada foi a do referencial teórico de Cochran, DeRuiter e King (1993), com a representação no Diagrama de Venn através das 4 componentes, a saber: (i) Conhecimento científico de Física ou Química (CCF ou CCQ); (ii) Conhecimento pedagógico (CP); (iii) Conhecimento dos alunos (CA) e (iv) Conhecimento do contexto (CC). No entanto, pareceu-nos pertinente considerar o papel do Conhecimento didáctico (CD) do professor para o desenvolvimento do PCK e, por isso, o incluímos como uma quinta componente na respectiva representação, com um carácter de integração das demais. Os Diagramas de Venn foram interpretados à luz das Perspectivas de Ensino das Ciências (Cachapuz, Praia & Jorge, 2002). Estas foram consideradas com um duplo papel: (a) representação da evolução do conhecimento didáctico académico e investigativo, pois são os quadros teóricos construídos para o Ensino das Ciências que reflectem a evolução dos resultados da Investigação em Didáctica das Ciências e (b) representação, também, das visões didácticas dos professores de Ciências. Tendo como base esta fundamentação teórica e metodológica, o estudo procurou responder às seguintes questões: 1) Em que medida o CM contribuiu para o desenvolvimento do PCK dos PM? 2) Qual a contribuição do CM para as práticas lectivas dos PM? v Resumo A primeira, ao nível dos conhecimentos e saberes, procurou verificar se ocorreu apropriação dos conhecimentos académicos e investigativos pelos PM no CM, ou seja, se estes conhecimentos passaram a integrar o PCK, a fundamentar/estruturar/transformar práticas e ser mobilizados quer na acção quer na (re)construção de novos conhecimentos. A segunda, ao nível das práticas lectivas, procurou evidenciar, através de relatos de situações concretas de sala de aula, a mobilização dos conhecimentos académicos apropriados pelos PM nos CM. O estudo Descritivo do tipo Qualitativo envolveu 06 PM da 3ª edição (1998/2000) do CM em Ensino de Física e Química da Universidade de Aveiro. A recolha de dados processou-se em duas etapas: análise documental (Curriculum Vitae dos PM e Dissertações de Mestrado) e o Inquérito por entrevista semi-estruturadas. O objectivo da análise documental foi explicitar o perfil pessoal, académico, investigativo e profissional dos PM investigados. Da entrevista foi: (i) estabelecer um padrão qualitativo das cinco componentes do PCK consideradas, (ii) representá-las nos Diagramas de Venn para avaliarmos o desenvolvimento do PCK no respectivo CM e (iii) identificar situações concretas de sala de aula que evidenciassem a mobilização dos conhecimentos académicos apropriados pelos PM nos CM. Os resultados principais que foram obtidos com a presente investigação podem ser sumariados como se segue: 1. Quer na parte curricular, quer investigativa do CM, a Linha de Investigação em Didáctica das Ciências de menor impacte nos PM foi as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e a de maior impacte a Ciência/Tecnologia/Sociedade (CTS); 2. CM evidenciou-se como um cenário privilegiado para o desenvolvimento do PCK dos professores envolvidos, pois a componente curricular desenvolveu quase todas as componentes isoladas do PCK (sem dados suficientes relativamente ao CP). Na parte investigativa permitiu a integração e mobilização das mesmas nas investigações centradas na sala de aula; 3. Um menor conhecimento de uma componente científica não parece impedir o PM de alterar e/ou inovar as suas práticas lectivas, pois o CD em Física, por exemplo, desenvolvido durante o CM parece possibilitar uma (re)construção do CD em Química e vice-versa (PM1); 4. Se este CD for desenvolvido principalmente na área da habilitação académica inicial, os resultados sugerem que o PM terá uma dificuldade acrescida na (re)construção na outra área específica, que pode ser compensada pela maior experiência profissional na área, conforme verificamos no PM1 e PM6; 5. Se o CD for desenvolvido nas áreas que não a da habilitação académica inicial parece implicar que o PM terá uma maior facilidade na (re)construção na outra área (PM2); vi Resumo 6. Uma formação que valorize o CP (base pedagógica sob a qual os outros conhecimentos são (re)construídos), parece apresentar-se insuficiente para a alteração das práticas lectivas dos professores experientes (PM5); 7. Uma Formação Pós-Graduada que valorize sobretudo os conhecimentos científicos da especialidade (Física ou Química) também não parece alterar as práticas lectivas de professores experientes (PM5 e PM6). Discutem-se, ainda, algumas questões relativamente a aspectos da Formação de Professores, da Investigação em Didáctica das Ciências (IDC), das Práticas e das Políticas Educativas, a saber: (i) integração entre a Investigação e a Formação dentro dos contextos escolares durante as Reformas Educativas e (ii) aproximação entre a Investigação e as Práticas na (re)construção epistemológica da Didáctica das Ciências. As implicações e sugestões do estudo para trabalhos futuros são: (i) formação de parcerias (comunidades de aprendizagem), que será o nosso próximo trabalho no âmbito do Projecto de Doutoramento já aprovado e com financiamento da FCT (Refª nº SFRH/BD/19628/2004); (ii) utilização das representações do PCK específico de professores experientes como conhecimento didáctico relevante e útil para a prática; (iii) desenvolvimento do PCK através da mediação dos resultados da IDC; (iv) utilização do processo de pragmatização da teoria nas investigações de menor impacte nas práticas dos professores e (v) investigações sobre as práticas de professores do Ensino Superior. ABSTRACT: Studies that involve the Evaluation/Assessment of some dimensions of Master Courses (MC) in the area of Teacher Education (Cunha, 2001, Costa et al., 2002) increasingly denote the need to understand and intervene in order to cause an impact of the courses in the students. These studies justify themselves due to several reasons: (i) educational, for the implications / suggestions to the Educational/ Research Institutions, allowing some changes in the orientations, structure and curricula of the available courses; (ii) research questions, related to the improvement of the research process itself and also (iii) economical, according to the Investment already done in Educational Research and Training, but also to what is still to be done as far as Educational Quality is concerned. Our research problem came up with the need to measure the impact of Master Courses (MC) in the Physics-Chemistry Master Teachers (MT), considering the largest possible number of factors and variables which influenced the articulation of Education, Research and Practice. The mechanism used in the measurement of the impact is centred in the concept of Pedagogical Content Knowledge (PCK), as it is teachers’ knowledge that has the greatest impact in classroom actions (Gess-Newsome & Lederman, 1999). The conception of this concept was the one of the theoretical framework of Cochran, DeRuiter and King (1993), with the representation of Venn Diagram through 4 components: (i) Scientific knowledge of Physics and Chemistry (SKP or SKC); (ii) Pedagogical Knowledge (PK); (iii) Students’ knowledge (SK) and (iv) Context knowledge (CK). However, it seemed important to us to consider the role of teachers’ Didactical knowledge (DK) for the development of PCK, which made us include a fifth component in the representation, which assumes an integrative role with the others. The Venn Diagrams were interpreted according to the Science Education Perspectives (Cachapuz, Praia & Jorge, 2002). These were considered with a double role: (a) the representation of the evolution of academic and research didactical knowledge, as they are the theoretical frameworks of Science Education which reflect the evolution of results of Research in Science Didactics and (b) also the representation of the didactical visions of Science Teachers. With this theoretical and methodological framework, the study seeks to respond to the two following questions: 1st: In what way does MC contribute to the development of PCK of MT? 2nd: What is the contribution of MC to the teaching practices of MT? viii Abstract The first, as far as knowledge was concerned, wanted to verify if there was an appropriation of research and academic knowledge by the MT in the MC, i.e., if this knowledge became part of PCK, to structure/transform practices and to be mobilized, either in action or in the (re)construction of new knowledge. And, the second, as far as teaching practices were concerned, wanted to make evident, through concrete classroom situations, the mobilization of research and academic knowledge appropriated by the MT in the MC. The Descriptive study of Qualitative type which one developed involved 06 MT of the 3rd edition (1998/2000) of Chemistry and Physics Education from the University of Aveiro. The study involved two stages in data collection: documental analysis (Curriculum Vitae of the MT and Master Thesis) and semi-structured interviews. The aim of the documental analysis was to make explicit the personal, academic, research and professional profile of the MT. The interview was: (i) to establish a qualitative pattern of the five considered components of PCK and (ii) to represent them in the Venn Diagram in order to assess the development of PCK in the MC and (iii) to identify concrete classroom situations which make evident the mobilization of research and academic knowledge appropriated by the MT in the MC. The main results obtained with the present research may be summed up as: 1. In the curricular component, as well as in MC research, Information and Communication Technologies (ICT) were the line of the Research in Science Didactics with less impact in the MT and Science/Technology/Society (STS) the one with greater impact; 2. The MC was a privileged scenario for the development of PCK of the teachers involved, for in the curricular component it developed almost all the isolated components of PCK (without enough data as far as PK is concerned). And, in the research part, it allowed the integration and mobilization of those research activities centred in the classroom; 3. Less knowledge of the scientific component does not seem to hold back the MT to change and/or innovate his/her classroom practices, for the DK in Physics, for instance, developed during the MC allows a (re)construction of the Chemistry DK and the inverse is also true (MT1); 4. If this DK is developed mainly in areas inside the certificate of initial academic habilitation, the results seem to suggest that the MT has an additional difficulty in the (re)construction in the areas outside, which may be compensated by a greater professional experience in this area, as it is confirmed in MT1 and MT6; 5. If DK is developed in the areas outside the certificate of initial academic habilitation, it seems to imply that the MT will have greater easiness in the (re)construction in the other area (MT2); ix Abstract 6. An education that values PK (pedagogical base over which other knowledge is (re)constructed), may present itself as insufficient for the change of classroom practices of expertise teachers (MT5); 7. A Post-Graduate Education which values scientific knowledge (Physics or Chemistry) also does not seem to change the classroom practices of expertise teachers (MT5 and MT6). There are also discussed some questions related to aspects of Teacher Education, of Research in Science Didactics and of Educational Practices and Policies: (i) the integration between Research and Education within school contexts during Educational Reforms and (ii) the closeness between Research and Practice in the epistemological (re)construction in Science Didactics. The implications and suggestions of the study for future works are: (i) the establishment of partnerships (Learning Communities), which will be our next project in the development of our Doctoral Theses already approved and financed by FCT (reference n. SFRH/BD/19628/2004); (ii) the use of PCK representations of specific PCK through the measurements of results of Research in Science Didactics; (iv) the use of the process of Theory pragmatization in the research of less impact in the teachers’ practices and (v) research about the practices of University Professors.
description: Mestrado em Ensino de Física e de Quimica
URI: http://hdl.handle.net/10773/1279
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
FIS - Dissertações de mestrado
DQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2007000099.pdf6.25 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2