DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > DECA - Teses de doutoramento >
 Criatividade e mudança: promoção da capacidade, competência e atitude criativa
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1265

title: Criatividade e mudança: promoção da capacidade, competência e atitude criativa
authors: Oliveira, Inês Maria Henriques Guedes de
advisors: Lopes, Maria da Conceição de Oliveira
keywords: Ciências da comunicação
Criatividade
Desenvolvimento individual
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A tese que se apresenta defende que a capacidade criativa, manifestação de criatividade da condição humana, ao ser promovida e desenvolvida facilita a ocorrência da aprendizagem da atitude criativa, que tem como efeito a flexibilidade de pensamento, a originalidade das ideias e a fluidez de expressão, potenciando, simultaneamente, a comunicação e a expressão pessoal, ao despertar a curiosidade e o espírito crítico. Para demonstrar a sua validade e legitimidade começou-se por estabelecer a conexão de dois campos de estudos, criatividade e comunicação-ludicidade. De seguida definiu-se três vias distintas que permitiu chegar à perspectiva teórica da pragmática da criatividade: A primeira via diz respeito ao entendimento de diferentes perspectivas teóricas de autores de referência que se dedicaram ao estudo da compreensão da criatividade e à investigação dos factores que permitem a promoção e o desenvolvimento da criatividade humana e social, tentando estabelecer um paralelo entre elas; a segunda via, foi a apropriação da pragmática da comunicação humana estabelecida pela Escola de Pensamento de Palo Alto (1967), e a sua transposição para o campo teórico da criatividade, o que permite sublinhar a relevância dos factores de interacção e de contextos situacionais na construção da aprendizagem e na mudança; a terceira e última via diz respeito à adopção da noção de consequencialidade estabelecido por Cronen e Sigman (1995), no contexto da comunicação humana, o que possibilita a delimitação do percurso no campo da pragmática da criatividade. Das três vias definidas resulta a elaboração da conceptualização sobre a atitude criativa e a definição da metodologia de design de criatividade que se define como uma metodologia de comunicação e ludicidade e de experiência criativa, concebida e desenvolvida segundo um modelo sistémico, que promove a construção de aprendizagens e mudanças, que potenciam o desenvolvimento da criatividade bem como os seus efeitos na autonomia individual, nomeadamente, a flexibilidade do pensamento, a capacidade crítica, a originalidade da concepção, a construção de artefactos e a cooperação na interacção com os outros e consigo mesmo. Os resultados obtidos fazem parte integrante do projecto de investigação, formação e intervenção designado por CriCoLudi– criatividade, comunicação-ludicidade que se apresentam e sustentam a afirmação da tese enunciada. O referido projecto CriCoLudi foi desenvolvido no contexto da formação inicial de futuros Educadores de Infância, integrado na disciplina de Comunicação e Ludicidade, da Licenciatura em Educação de Infância da Universidade de Aveiro decorrido no ano lectivo de 2004/05, com uma amostra constituida por dezassete sujeitos-alvo mediados (SAMos) e por um sujeito-alvo mediador (SAMr), autora da tese. O projecto CriCoLudi foi desenvolvido em contexto de sala de aula em situação de intervenção do tipo oficina, mediado pela concepção e produção de artefactos lúdicos e de criatividade. As relações estabelecidas entre o processo de promoção e desenvolvimento da capacidade criativa com o seu efeito, atitude criativa dela decorrente, revelaram-se ao longo do processo de construção da aprendizagem e da mudança de comportamentos dos sujeitos alvo mediados, através da metodologia proposta e criada para o efeito, design de criatividade, que se desenvolveu através de estratégias relacionais, em contexto situacional e inter-pessoal de oficina, promovendo-se e desenvolvendo-se a capacidade de questionar dos estereótipos reenquadrando um novo olhar sobre a realidade, promovidas pelo sujeito-alvo mediador, reponsável pelo processo em causa.

This thesis intends to demonstrate that the creative capacity, inherent to the human condition, being promoted and developed induces the flexibility of thought, the originality of ideas, the fluidity of expression, enhancing, simultaneously, the communication and personal expression by raising the curiosity and critical attitude. To demonstrate the validity and legitimacy of this proposal we started by establishing the connection between 2 different fields of study: creativity and communication-ludicity. Subsequently, we followed 3 different paths that have allowed us to develop a theoretical perspective of the pragmatics of creativity: the first path concerns the understanding or various authors of reference that have studied the understanding of creativity and researched the factors that allow the promotion and development of human and social creativity, trying to establish their relationship; the second path was to appropriate the pragmatics of human communication as established by the school of Palo Alto (1967) and its transposition to the theoretical field of creativity, that underlines the relevance of the interaction factors and context in learning and in change; the third and last path concerns the adoption of the notion of “consequentiality” as established by Cronen and Sigman (1995), in the context of human communication, that establishes clear boundaries for the development of the pragmatics of creativity. These three paths lead to the development of the concept of creative attitude and to a definition of the design methodology of creativity, which is defined as a methodology of communication and ludicity, as well as practical experiencing. This experiencing is developed according to a systemic model that promotes learning and change, enhancing individual autonomy, flexibility of thought, critical capacity, originality in the conception and construction of artefacts and cooperation in the interaction with others and himself. The results were obtained in the course of a research project that was also a project for training and intervention, called CRICOLUDI (creativity and communication-ludicity) and support our thesis. The project was developed in the context of the course “Communication and Ludicity” of the degree of Child Education at the University of Aveiro, in the year 2004/05. The sample were 17 target-subjects led by a target-subject that acted as a mediator, within the classroom in a hands-on situation through the conception and production of ludicy and creative artefacts. The relations that were established between the process of developing the creative capacity and its effects – the creative attitude that results – were clearly revealed along the process of learning and changing the behaviour of the mediated target-subjects. The process was based on the methodology that was proposed and created for this project – the creativity design – and developed through relational strategies in an inter-personal and communicational workshop context. The objective is to develop the capability of having a different look upon the experienced reality as well as questioning stereotypes, promoted by the mediator target-subject, who is responsible for the practical classes of the subject, who is simultaneously researcher and an object of study.
description: Doutoramento em Ciências e Tecnologias da Comunicação
URI: http://hdl.handle.net/10773/1265
appears in collectionsDECA - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2010000434.pdf3.29 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2