DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Dissertações e Teses da Universidade de Aveiro > UA - Teses de doutoramento >
 Abordagens ao ensino e práticas de questionamento no ensino superior
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/11930

title: Abordagens ao ensino e práticas de questionamento no ensino superior
authors: Lopes, Betina da Silva
advisors: Jesus, Maria Helena Gouveia Fernandes Teixeira Pedrosa de
Gonçalves, Fernando José Mendes
keywords: Didáctica - Teses de doutoramento
Sociedade da informação
Ensino das ciências
Ensino superior
Técnicas de interrogação
Ensino reflexivo
issue date: 2013
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A emergência de uma nova Sociedade baseada na Informação e no Conhecimento despoletou transformações pedagógicas profundas nas instituições de Ensino Superior. Esta agenda para a inovação, no sentido de um ensino mais centrado nos alunos e no desenvolvimento de competências, tem exigido um esforço acrescido de toda a comunidade académica e, sobretudo, por parte dos professores universitários. Num contexto de recetividade para a mudança, mas com dificuldade de operacionalização da mesma, este estudo visa contribuir para a compreensão e superação de fatores que parecem dificultar a transposição da inovação para as práticas de ensino-aprendizagem correntes, através de duas frentes investigativas: i) caracterizar os docentes na sua dimensão conceptual, o que pensam e o que os motiva, e na sua dimensão prática, isto é, as estratégias didáticas que adotam e adaptam; e ainda, ii) criar oportunidades de concretização de inovação através do desenho de estratégias promotoras de questionamento dos alunos, e também dos docentes. A formulação de questões, e a procura de respostas, é reconhecida como sendo fundamental no desenvolvimento e na aplicação de competências centrais, tais como o pensamento crítico e reflexivo, sendo igualmente importante na resolução de problemas. Assim, numa articulação dinâmica entre conhecer, compreender e agir, a investigação envolveu uma colaboração próxima com um grupo de quatro docentes universitários, ao longo de dois anos letivos consecutivos (2009/2010 e 2010/2011), na conceptualização e implementação de diversas estratégias didáticas impulsionadoras do questionamento dos alunos, promovendo-se igualmente o questionamento reflexivo nos docentes. O trabalho foi desenvolvido no contexto de duas unidades curriculares semestrais (Microbiologia e Temas e Laboratórios em Biologia), destinadas sobretudo a alunos do primeiro ano. Enquanto estudo longitudinal de casos múltiplos, com características etnográficas e de investigação-ação, o trabalho de campo envolveu a combinação de diversos métodos de recolha de dados. Realizaram-se várias observações de aulas, assim como entrevistas semi-estruturadas, aos quatro professores colaboradores, e a alguns dos seus alunos. Aplicou-se ainda, em momentos específicos da investigação, uma versão portuguesa do Approaches to Teaching Inventory – ATI (Trigwell, Prosser, & Ginns, 2005) aos docentes. Recolheram-se também todos os documentos escritos produzidos pelos alunos e pelos professores no âmbito da investigação. Todo o desenho investigativo, assim como a análise dos dados, nomeadamente análise de conteúdo e análise documental, encontra-se fundamentado na literatura teórico-empírica de três áreas da especialidade: estudo do questionamento, análise do discurso oral em contexto de aulas de ciências e estudo das conceções e práticas de ensino dos docentes universitários, destacando-se nesta última a linha investigativa das Abordagens ao Ensino. Os resultados obtidos, assim como a reflexão sobre o percurso investigativo, possibilitaram a obtenção de contributos inovadores e úteis no sentido da promoção de um Ensino Superior de qualidade. Por um lado, são de salientar as evidências recolhidas com os quatro casos (docentes) que apontam para uma natureza integrativa das conceptualizações de ensino, constituindo um contributo teórico relevante para o debate académico desta área. Por outro, foi possível aceder a dinâmicas associadas à formulação de questões por docentes universitários em contexto de aulas teórico-práticas e práticas, através do desenvolvimento e aplicação de um modelo de categorização de questionamento. Por fim, a conjugação de evidências do campo das ‘teorias de ensino’ (observação indireta) com as ‘práticas de ensino’ (observação direta) dos docentes possibilitou a identificação e caracterização de uma possível relação entre Práticas de Questionamento e Abordagens ao Ensino de professores universitários, ampliando desta forma o modelo conceptual de Keith Trigwell e colaboradores (Trigwell, Prosser, & Taylor, 1994). Enquanto investigação híbrida que se orientou por princípios do paradigma interpretativo-naturalista, e, também, do paradigma sócio-crítico, foi igualmente possível identificar um conjunto de recomendações específicas para a inovação e para a reflexividade, no sentido de estimular a comunidade académica, e os professores universitários em particular, a agirem como promotores de estratégias didáticas centradas no desenvolvimento de competências.

The emergence of a new society led to profound pedagogical changes in Higher Education. The innovation agenda, towards the development of students’ competences has been requiring a massive effort by the academic community, particularly the university teachers. This study aims to contribute for the understanding and the overcoming of factors that seem to hinder the implementation of innovation in current teaching practices through two investigative fronts: i) characterization of a group of teachers regarding their ‘theoretical dimension’ (what they think and what motivates them), and their ‘practical dimension’ (the teaching strategies they adopt and adapt); and ii) operationalization of innovation through the design and implementation of strategies that promote students’ and teachers’ questioning. The formulation of questions, and the effort for seeking answers, is recognized as being essential to the development and application of central competences, such as critical and reflective thinking as well as problem solving. The research involved a close collaboration with a group of four university teachers during two consecutive academic years (2009/2010 and 2010/2011), implying the design and implementation of several strategies aiming at promoting students’ questioning, as well as reflective questioning by teachers. The work was developed in the context of two semester courses (Microbiology and Themes in Biology Laboratories) attended mainly by first year students. Field work of this multiple cases longitudinal study, with ethnographic and action research features, involved the combination of diverse data collection methods. Several lectures and practical classes were observed and semistructured interviews were conducted with the four teachers and also with some of their students. A validated Portuguese translation of the Approaches to Teaching Inventory - ATI (Trigwell, Prosser, & Ginns, 2005) was applied to the teachers in specific moments of the research. All written documents produced by the students and the teachers in the context of the investigation were also collected. The research design and the data analysis (content analysis) are theoretically based on three main research areas, namely: questioning, discourse analysis in science classes and university teachers’ conceptions and practices, particularly the research field of Preferential Teaching Approaches. The research findings, together with the reflection on the entire research enterprise, produced innovative and useful contributions towards quality improvements at Higher Education. Gathered evidences point to the integrative nature of teachers' teaching conceptualizations. It was also developed a teacher “Questioning categorization model” in order to access specific dynamics associated with lectures discourse and questioning practices. Finally, the combination of evidence considering reported 'theories of teaching' and observed 'teaching practices', enabled the identification of a possible relationship between Questioning Practices and Approaches to Teaching of university teachers, widening the model of Preferential Approaches to Teaching (Trigwell, Prosser, & Taylor, 1994). This hybrid research, guided by principles of the interpretive-naturalistic paradigm and by the socio-critical paradigm, allowed the identification of a set of specific recommendations, such as the use of task-based interviews with teachers and students, towards more innovation and reflexivity at Higher Education.
description: Doutoramento em Didática e Formação - Didática e Desenvolvimento Curricular
URI: http://hdl.handle.net/10773/11930
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
tese_Doutoramento_BetinaLopes_2013.pdfTese21.96 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2