DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Teses de doutoramento >
 Biodiversity and conservation of subterranean fauna of Portuguese karst
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/10865

title: Biodiversity and conservation of subterranean fauna of Portuguese karst
other titles: Biodiversidade e conservação de fauna subterrânea do carso de Portugal
authors: Reboleira, Ana Sofia Pereira Serrenho
advisors: Gonçalves, Fernando José Mendes
Masoliver, Pedro Oromí
keywords: Biologia
Grutas
Invertebrados
Biodiversidade
issue date: 25-Oct-2012
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: As regiões cársicas de Portugal ocupam uma parte considerável do território e albergam mais de 2000 grutas, que são habitadas por animais subterrâneos com características adaptativas únicas. Estes animais estão entre os mais raros, ameaçados e desprotegidos a nível mundial, comummente pelo simples fato de serem desconhecidos, o que associado à relativa inacessibilidade do seu habitat, constitui um desafio para o seu estudo. O presente trabalho centra-se no estudo da biodiversidade subterrânea do carso de Portugal, de forma a contribuir para a sua conservação. Os invertebrados subterrâneos têm sido ignorados no que concerne à sua proteção, sobretudo porque o conhecimento era escasso e desorganizado. Este trabalho começa por apresentar uma revisão de todas as fontes bibliográficas sobre fauna subterrânea em Portugal, incluindo um catálogo de espécies troglóbias e estigóbias, acompanhado das respetivas localizações, para congregar, pela primeira vez, o estado do conhecimento da riqueza específica, biogeografia e conservação das áreas estudadas. Para compreender os padrões de biodiversidade subterrânea, foi realizado um ano de trabalho de campo intenso e padronizado em mais de 40 cavidades de 14 unidades cársicas. Deste esforço resultou a descoberta e descrição de nove novos taxa, compreendendo três novos géneros e seis novas espécies para a ciência. Utilizando sistemas de informação geográfica foram mapeadas as distribuições das espécies subterrâneas do carso de Portugal e a sua riqueza foi comparada com a de outras áreas do mundo. Para explicar a sua riqueza específica subterrânea, foram testados vários fatores ambientais e efetuada a estimativa de espécies subterrâneas, numa escala regional. A evapotranspiração e consequentemente a produtividade primária ao nível da superfície poderão ser fatores importantes na variação da riqueza específica nas diferentes unidades cársicas, mas a profundidade e as características geológicas únicas de cada maciço parecem desempenhar um papel determinante nos padrões de biodiversidade subterrânea. Com o intuito de avaliar a sensibilidade de organismos subterrâneos à contaminação, foram testados os efeitos letais de dois tóxicos em crustáceos estigóbios com diferentes graus de troglomorfismo. Foram igualmente abordados aspectos gerais de ecotoxicologia de águas subterrâneas e perspectivas de futuro. Os principais problemas relacionados com a conservação dos habitats subterrâneos em Portugal estão associados à destruição direta do habitat e à sua contaminação. Estes carecem de proteção específica, o que implica a gestão adequada à superfície e a criação de áreas prioritárias de conservação. Integrando toda a informação gerada, o presente estudo estabelece uma hierarquização de locais prioritários para a conservação da fauna subterrânea em zonas cársicas de Portugal.

This research is a contribution to the study of subterranean biodiversity in karst areas of Portugal, towards its conservation. The relative inaccessibility of the subterranean environment is a challenge for the study of its fauna, often accessible only in caves but more widely distributed. The subterranean animals are among the most rare, threatened and worldwide underprotected, often by the simple fact of being unknown. Karst areas of Portugal occupy a considerable part of the territory and harbor more than 2000 caves. The complex biogeographical history of the Iberian Peninsula allowed the survival of several relict arthropod refugees in the subterranean environment. Subterranean invertebrates have been ignored, as for as the protection of karst systems are concerned in Portugal, largely because knowledge was scarce and disorganized. Reviewing all the bibliographic sources about subterranean fauna from Portugal and listing troglobiont and stygobiont species and locations, was essential to understand the state of knowledge of species richness and the biogeography and conservation status for the studied areas. In order to understand subterranean biodiversity patterns in karst areas from Portugal, one year of intense fieldwork was performed in more than 40 caves from 14 karst units. Several new species for science were discovered and 7 taxa comprising 2 new genera and 5 new species were described. Bearing in mind that spatial distribution of subterranean species is crucial to ecological research and conservation, the distribution of hypogean species, from Portuguese karst areas, was mapped using geographic information systems. Also, its subterranean richness was compared with other areas of the world and missing species were estimated on a regional scale. The subterranean biodiversity patterns were analyzed, and several factors were tested to explain richness patterns. Evapotranspiration and the consequent high productivity on the surface may be determinant in the species richness in the different karst units of Portugal, but the depth of the caves and the unique geological features of every massif seemed to play a more important role. In order to evaluate the tolerance of organisms to groundwater contamination, the acute toxicity of two substances were tested on stygobiont crustaceans with different degrees of troglomorphism. Our study showed that the high levels of endemism contribute to remarkably different toxicological responses within the same genus. The major problems related to conservation of subterranean habitats were associated to direct destruction and their contamination. These ecosystems lack of specific protection, implying an adequate management of surface habitats and the establishment of priority areas. Integrating all the previous information, this study establishes a ranking of sites for conservation of subterranean fauna in karst areas of Portugal.
description: Doutoramento em Biologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/10865
appears in collectionsBIO - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
tese.pdf47.98 MBAdobe PDFview/open
Restrict Access. You can Request a copy!
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2