DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Representações de comunicação pela ciência em educação (não) formal
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1053

title: Representações de comunicação pela ciência em educação (não) formal
authors: Santos, Maura Daniela Matos do Vale
advisors: Pedro, Ana Paula
keywords: Ciências da educação
Educação científica
Divulgação científica
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Nos últimos 50 anos houve grandes mudanças na maneira de pensar a escola em Portugal e, no início do século XXI, espera-se que esta seja uma instituição onde a vivência e a aprendizagem da cultura científica seja uma realidade, bem como um espaço propiciador da literacia científica em todas as crianças/jovens. A educação pela ciência promove capacidades de pensamento (criativo, crítico e metacognitivo) úteis noutras áreas curriculares e em diferentes contextos e situações como, por exemplo, de tomada de decisão e de resolução de problemas pessoais, profissionais e sociais (Lakin, 2006; Tenreiro-Vieira, 2002). É neste contexto que surge o tema do nosso estudo “Representações de comunicação pela ciência em contexto educativo (não) formal.” Esta investigação tem como principal objectivo analisar as Representações Sociais que os professores do 3º Ciclo do Ensino Básico dos Concelhos de Aveiro e de Elvas, os Centros de Ciência Viva (CCV), os cientistas e os jornalistas têm de comunicação pela ciência em duas realidades – o ensino formal e o ensino não formal. Assim, propomo-nos a analisar a correlação existente entre os vários intervenientes na comunicação pela ciência realizada em contexto educativo – ensino formal e não formal – nas variáveis de professor de ciências, CCV, cientistas e jornalistas. O processo de análise dos dados aponta para concepções sobre CTS dos professores – meio formal –, onde a Ciência e a Tecnologia foram vistas como domínios interligados que influenciam a Sociedade. No que diz respeito ao meio informal, e como refere Paixão (2006), os CCV “nasceram” para comunicar pela ciência, aliando a aprendizagem ao divertimento. As escolas e os professores de ciências são agentes que devem incutir o interesse pela ciência em crianças/jovens. Os professores de ciências (escola) e os CCV são considerados pelos inquiridos (professores e todos os entrevistados), como os agentes mais importantes na construção do conceito de ciência nas crianças/jovens, colocando os jornalistas e investigadores num mundo à parte da sociedade actual. ABSTRACT: There have been great changes over the last 50 years, as far as the school in Portugal is concerned. Today, in the beginning of the XXI century, school is expected to be an institution where experience and learning scientific culture can be a reality, as well as an enabling place for scientific knowledge for all children/teenagers. Education through science promotes cognitive skills (creative, critical, metacognitive), which are useful in other curricular areas and also in different contexts and situations, such as the ability of taking decisions and solving personal, professional and social issues (Lakin, 2006; Tenreiro-Vieira, 2002). It is in this context that the topic of our study emerges Representations of communication through Science in (non) formal educational context. The main purpose of this research is to analyse the social representations of 3º Ciclo teachers from Aveiro and Elvas counties, the Centros de Ciência Viva (CCV), the scientists and the journalists have about communication through science in two realities – formal teaching and non formal teaching. Therefor, we propose to analyze the correlation that exists among the several elements in communication through science in educational context - formal teaching and non formal teaching – Science teacher; CCV; scientist and journalist variables. The process of data analysis points to STS teachers’ conceptions – formal teaching –, in which Science and Technology were seen as connected domains influencing Society. As far as the formal environment is concerned, and as Paixão (2006) put it, CCVs “were born” for communication through Science, joining learning/knowledge and recreation together. Schools and science teachers are agents who must stimulate the interest for science in children. Science teachers (school) and CCVs are considered by the respondents the most important agents for the construction of a Science concept in children/teenagers, placing journalists and researchers in a world apart in today’s society.
description: Mestrado em Ciências da Educação - Formação Pessoal e Social
URI: http://hdl.handle.net/10773/1053
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2010000373.pdf1.86 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2