DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 A indisciplina na sala de aula: percepções de alunos e professores
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1045

title: A indisciplina na sala de aula: percepções de alunos e professores
authors: Renca, António André
advisors: Martins, António Maria
keywords: Administração escolar
Disciplina
Relações interpessoais
Técnicas da aula
Métodos psicopedagógicos
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A indisciplina na sala de aula, não sendo um fenómeno recente, é hoje, conjuntamente com o insucesso escolar e a exclusão, um grave problema que se coloca às escolas portuguesas. É um fenómeno que se encontra presente em todo o processo educativo e se apresenta como a grande deficiência do processo pedagógico, comprometendo as aprendizagens dos alunos e contribuindo para a grande instabilidade emocional e profissional dos docentes. Os docentes gastam uma parcela significativa do tempo de aula na eliminação de focos de indisciplina, resultando daí um grande desgaste físico e psicológico e uma permanente tensão na procura e construção de um clima relacional que lhes permita trabalhar. Este trabalho, quantas vezes inglório, provoca nos professores sentimentos de impotência, ansiedade, frustração, abandono, mergulhando-os num profundo stress que muitas vezes os conduz ao desejo de fuga às situações vivenciadas. A própria escola, como instituição de ensino, vê-se confrontada com uma situação paradoxal: a existência de uma cultura de rua e de uma cultura veiculada pelos meios de comunicação social, com destaque para a televisão, não tendo conseguido encontrar soluções que lhe permitissem ombrear com a concorrência e apontar estratégias que consigam estimular e motivar os alunos no sentido da adopção de comportamentos mais assertivos. No presente trabalho estudou-se a indisciplina na sala de aula. Procurámos identificar os comportamentos de indisciplina que aí ocorrem com mais frequência e como actua o professor perante os mesmos. Professores e alunos experimentam na escola e particularmente na sala de aula, situações sociais significativas - o professor contribui para o processo de formação e socialização do aluno e este também entra no processo de formação do professor -, estabelecendo-se entre eles um clima relacional marcante para os seus comportamentos. A este respeito, perguntámo-nos: quais as regras que vigoram na sala de aula? Quem as define? Como se posicionam os professores e os alunos em relação à disciplina / indisciplina? Quem é o aluno indisciplinado? Como é visto o aluno indisciplinado pelo professor? O que pensam os alunos dos seus comportamentos e dos seus professores? Verificou-se que na sala de aula ocorrem comportamentos muito diversos, sendo os mais usuais a conversa e as brincadeiras. Perante os comportamentos considerados indisciplinados os professores agem de diferentes formas procurando eliminá-los sequencialmente por processos, normalmente coercitivos, que vão desde a repreensão até à expulsão do aluno da sala de aula. Do ponto de vista metodológico optou-se por um estudo de caso de natureza qualitativa em que nos socorremos das entrevistas e da pesquisa documental como técnicas de recolha da informação para o nosso estudo empírico. ABSTRACT: Not being a recent phenomenon, indiscipline in the classroom is today, along with school failure and exclusion, a serious problem for Portuguese schools. It is a phenomenon that is present in all aspects of the educational process and presents itself as the great deficiency of the pedagogic process, endangering student learning and contributing towards the great emotional and professional instability of teachers. Teachers spend a significant amount of class time ridding it of indiscipline and thus resulting in great physical and psychological wear as well as permanent tension in the search and construction of a relational climate which allows teachers to do their job. This Job, many times inglorious, causes teachers to feel powerless, anxious, frustrated, and abandoned and leads to tremendous stress and thus many times the desire to escape these situations which are experienced. The school itself, as an educational institution, is faced with a paradoxical situation: the existence of a street culture and a culture moved by the media, with special reference to television, not having found solutions that would allow it to shoulder the competition and appoint strategies that are able to stimulate and motivate students into adopting more assertive behaviour. In this work, indiscipline in the classroom was studied. We attempted to identify the misbehaviour that happens most frequently and how teachers address it. Teachers and students experiment significant social situations at school and in particular in the classroom. The teacher contributes towards the educational and socialization education of a student and the student also plays a role in the educational process of the teacher - establishing between them a marking relational climate for their behaviour. With respect to this, we ask: what rules apply in a classroom? Who defines them? How do teachers and students position themselves with regards to discipline/ indiscipline? Who is the undisciplined student? How is the undisciplined student seen by the teacher? What do the students think about their own behaviour and their teachers’? Several types of behaviour were observed in a classroom, with the most usual being conversation and games. With regards to the behaviour considered to be undisciplined, teachers act in different ways looking to sequentially eliminate it through processes which are normally coercive and that go from reprehension to student expulsion from the classroom. From the methodological point of view, a study of a qualitative nature was chosen where interviews and documental research such as information gathering techniques for our empirical study were used.
description: Mestrado em Análise Social e Administração da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10773/1045
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009001357.pdf2.28 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2