DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Educação : estratégia promotora da qualidade de vida em crianças hospitalizadas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1026

title: Educação : estratégia promotora da qualidade de vida em crianças hospitalizadas
authors: Seabra, Ana Mafalda Saraiva
advisors: Pereira, Anabela Maria de Sousa
keywords: Educação especial
Psicologia das crianças
Desenvolvimento das crianças
Papel dos professores
Actividades de aprendizagem
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho pretende estudar os projectos desenvolvidos nas escolas hospitalares como processos de ensino e aprendizagem não formal em contexto de hospitalização. Sendo objectivo da presente investigação conhecer os espaços, métodos e interacções pedagógicas que promovem a melhoraria da qualidade de vida da criança hospitalizada e a forma de encarar a doença. Foram realizados dois estudos em contexto hospitalar, de modo a identificar as percepções e práticas dos professores, bem como as percepções das crianças hospitalizadas. O Estudo 1 teve como objectivo conhecer a realidade e as práticas das escolas hospitalares e a amostra é constituída por 6 professores responsáveis pelas escolas hospitalares e a recolha de dados foi feita através do questionário Percepções e práticas dos professores responsáveis e de uma entrevista semi-estrutura, de modo a identificarmos as práticas e funcionamento da escola hospitalar. O Estudo 2 teve como objectivo conhecer as percepções e preferências das crianças hospitalizadas face à escola hospitalizada, sendo a amostra constituída por 66 alunos das escolas hospitalares, tendo a recolha de dados sido efectuada através do questionário Percepções das crianças hospitalizada. Para tratamento estatístico foi utilizado o programa S.P.S.S. Na análise da entrevista e da questão aberta foi utilizada a técnica de análise de conteúdo. Os resultados salientaram que, na opinião dos professores, as actividades desenvolvidas estão associadas às expressões e às actividades lúdicas, com ênfase na pedagogia individual e grupal. Os alunos da escola hospitalar gostam das actividades desenvolvidas, preferencialmente das actividades lúdicas, do uso das novas tecnologias e das expressões, sentindo que estas os ajudam a esquecer que estão hospitalizados. Como conclusão do estudo foi salientado um trabalho pedagógico multidimensional, dependente de algumas variáveis, devendo o professor nortear o seu trabalho através de actividades que estimulem a expressão das emoções das crianças. Conseguindo, também, perceber que as actividades desenvolvidas ajudam a criança a esquecer que estão hospitalizadas e no ressignificar do espaço hospitalar. São referidas algumas implicações do estudo, nomeadamente a criação de directrizes mais específicas para este contexto educativo, bem como incluir nos curricula escolares dos cursos de formação de professores, bem como nas licenciaturas em enfermagem, disciplinas de educação emocional e de educação para a saúde, promotoras de saúde e bem-estar das crianças. ABSTRACT: This paper aims to study the projects developed in hospital schools as tools for non-formal teaching and learning in hospitalization context. The main objective of this research is to know, in hospital context, the spaces, the teaching methods and the interactions that promote the quality of life of the child in hospital and how to face the disease. There were two exploratory studies in order to identify the perceptions and practices of teachers, as well as the perceptions of the hospitalized children. Study 1 sample was formed by 6 teachers responsible for the hospital schools and the collection of data was made through the questionnaire Perceptions and practices of responsible teachers and a an interview half-structure, in order to identify practices and operation of the hospital school Study 2 sample was formed by 66 students from hospital schools, and the collection of data was conducted by the questionnaire Perceptions of children hospitalized to identify the perceptions and preferences of the students. For statistical treatment was used SPSS. To analyze the interview and the open question was used the technique of content analysis, from which we made the categorization of the content. The results showed that the developed activities are associated with expressions and recreational activities, with emphasis on teaching individual and group. The pupils of the hospital school like those activities mainly the recreational activities, the use of new technologies and expressions, feeling that these help them forget that they are hospitalized. We found that there is no single way to develop pedagogical work in this context, being this dependent on a few variables, the teacher must guide his work through activities that encourage the expression of emotions. We, also, realized that this kind of activities help the child to forget that they are hospitalized. Some implications of the study are mentioned, as if the creation of more specific guidelines for this educational context, as well as including in teacher training courses school curricula, as well as the degrees in nursing, disciplines of emotional education and health education, promoting health and well-being of children.
description: Mestrado em Activação do Desenvolvimento Psicológico
URI: http://hdl.handle.net/10773/1026
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000896.pdf359.77 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2